HOMENAGEM: Pioneiro completa 45 anos de Rondônia e recebe o carinho dos familiares

Seu Isaías diz que não sai mais de Vilhena, e defende as qualidades da cidade.

5294

Neste exato dia 18 de junho há 45 anos, chegava em Vilhena mais um pioneiro e sua família. O senhor Isaías Luís Pinheiro, 61 anos, natural de Ecoporanga – ES, em companhia de seus pais e irmãos saíram do Paraná em 1975 com destino a tão sonhada terra prometida: Rondônia.

O destino era a cidade de Ji-Paraná, onde já moravam tios e primos entre eles o irreverente e famoso radialista Chico da Mata. A promessa era de que os pioneiros receberiam terras e datas nas cidades de Rondônia, para começarem vida nova e assim colonizar o território.

A viagem do senhor Isaías durou 6 dias, sem conforto nenhum, dentro de uma VW Kombi velha. Quando chegaram em Vilhena, o veículo que já vinha apresentado problemas mecânicos, acabou por fundir o motor, e assim traçando de vez o destino da família no Conesul de Rondônia.

VILHENA

Com 16 anos de idade, cheio de sonhos, o senhor Isaías trabalhou em várias madeireiras e um bom período no INCRA em Cabixi. Aos 24 anos casou-se com a auxiliar em enfermagem Conceição Stevanelli.

Após se casar mudou-se para Vilhena e conquistou muitos amigos nas noites vilhenenses, conciliando por mais de 16 anos, durante o dia os trabalhos em várias marcenarias e serralherias e a noite o balcão da Lanchonete Sete Quedas. Com sua esposa teve duas filhas, que lhe deram dois netos. Infelizmente a fatalidade o fez viúvo em 2004.

Da esquerda para direita: Pai e mãe de Isaías: João Luiz Pinheiro famoso sanfoninha, Luzia Maia Pinheiro e Isaías Luís Pinheiro, Conceição Stevanelli Pinheiro, Palminio Stevanelli.

Agradecido imensamente por viver em Vilhena e Rondônia, o “pioneiro anônimo” como suas filhas lhe chamam por brincadeira, hoje aposentado, Isaías vive feliz ao lado de suas filhas e netos, e com dezenas e dezenas de histórias para contar sobre esses 45 anos de Rondônia e 37 anos de Vilhena.

Seu Isaías diz que não sai mais de Vilhena, e defende as qualidades da cidade para todos que tentam dizer qualquer coisa negativa da terra, onde construiu sua família e sua vida.

HOMENAGEM

Suas filhas Angélica Stevanelli Pinheiro e Lígia Stevanelli Pinheiro pensaram através dessa publicação contar resumidamente a vida do “Pioneiro Anônimo”. Que desbravou o território de Rondônia, enfrentou dificuldades, mas teve a chance de lutar para conquistar sua vida com honestidade e ombridade.

O pioneiro conseguiu construir sua vida em Rondônia, e contribuiu para este estado crescer. Nossa terra hoje veio a se transformar num dos estados que mais se desenvolve no país. Esse alicerce, só existe graças a mulheres e homens como seu Isaías, que apostaram suas vidas em nossa terra.

Toda Família reunida.