Projeto capacita jovens com oficinas culturais em Vilhena

O projeto “Oficina de Artes Criativas: Saberes Amazônicos” capacitou 45 alunos com oficinas culturais de grafite, fotografia e artesanato.

252

O projeto “Oficina de Artes Criativas: Saberes Amazônicos” capacitou 45 jovens de bairros periféricos de Vilhena(RO), com aulas de fotografia, grafite e artesanato.

Coordenado pela comunicadora social e produtora cultural Andréia Machado, o projeto foi contemplado no Prêmio Funarte Artes Visuais Periferias e Interiores – 2021/2022. A premiação tem como objetivo beneficiar projetos de oficinas de artes visuais para serem realizados em cidades com vulnerabilidade social e econômica.

Segundo Andréia Machado, o projeto teve como objetivo transformar a realidade, capacitar e educar com arte e cultura, jovens de Vilhena e foi realizado entre os meses de março a abril deste ano.

Andréia Machado informou que o projeto teve como público-alvo dos alunos em situação de vulnerabilidade econômica de Vilhena, e ofereceu três oficinas culturais de artes visuais entre elas a de grafite, fotografia e artesanato.

De acordo com Andréia Machado, as oficinas foram ministradas na escola Cecília Meireles localizada no bairro Bodanese e na escola pública Shirlei Ceruti, localizada no Setor 19. As oficinas foram ministradas por Andréia Machado, Washington Kuipers e Marcio Guilhermon e as atividades das oficinas foram realizadas respeitando todas as normas de segurança para evitar a proliferação da Covid-19 e resguardar a saúde dos participantes.

Para o aluno Domini Vaz a participação na oficina de grafite foi muito produtiva. “Sempre gostei de desenhar e com a oficina de grafite tive a oportunidade de aprender novas técnicas de desenho”, disse o jovem.

Já a aluna Nayara Keller que participou da oficina de artesanato ressaltou que as aulas foram maravilhosas e que ela teve a oportunidade de produzir lindas biojóias com materiais da Amazônia. Ela disse que os conhecimentos que aprendeu na oficina serão levados para o resto da vida.

A aluna Ana Caroline Medeiros que participou da oficina de fotografia conta que foi a primeira vez que ela teve oportunidade de fotografar com uma câmera fotográfica profissional. Ela disse que foi muito bom participar da oficina e que adquiriu vários conhecimentos.

“As oficinas foram muito produtivas e os alunos puderam adquirir conhecimento através das atividades culturais. Todos receberam certificado de participação nas oficinas. Foi uma alegria ver a felicidade deles participando das aulas tanto as teóricas quanto as práticas. É gratificante ver que o projeto capacitou os participantes com as oficinas de artes criativas valorizando assim os saberes amazônicos e a cultura regional”, falou Andréia Machado.