Mais de 29 mil pessoas acompanharam lives de mostra de cinema ambiental promovida em Vilhena

252

A mostra contou com exibição de filmes, palestras e oficinas. Com uma programação ampla e diversificada foi realizada em Vilhena entre os dias 22 a 28 de dezembro a “4ª Mostra de Cinema: Verde na Tela”. Os organizadores do evento estão comemorando o sucesso do evento que por conta da pandemia do COVID 19 este ano foi realizada através de lives no Facebook.

A mostra foi patrocinada pelo Banco da Amazônia e coordenada pelo fotógrafo, Washington Kuipers, que informou que as lives da mostra alcançaram 29.562 pessoas e contou com 1.566 compartilhamentos, 254 comentários e engajamento de 7498 pessoas.  A produtora cultural Andréia Machado ressaltou que os membros do Ponto de Cultura e Mídia Livre Serpentário Produções, e da Associação Diversidade Amazônica que organizaram a mostra estão muito felizes com o resultado positivo do projeto.

Ela informou, que a meta do projeto era atender mil pessoas, “mas a meta foi superada além das expectativas e foram atendidas 29.562 pessoas”, afirmou a jornalista. A mostra contou com a exibição de 20 filmes com a temática ambiental, além de pit stops com a distribuição de material da mostra para alunos de várias escolas de Vilhena e palestra sobre os cuidados com o meio ambiente e oficina de produção de cinema.

Já o produtor cultural Marcio Guilhermon informou que as atividades da mostra atenderam alunos de várias escolas públicas de Vilhena, entre elas Marechal Rondon, Ângelo Mariano Donadon, Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Alvarez de Azevedo, Bianca e Leonardo entre outras, que acompanharam as lives da mostra.

“A mostra foi criada não apenas como uma janela de exibição para filmes com a temática ambiental, mas um espaço de reflexão e debate envolvendo toda a sociedade sobre a importância de todos contribuírem com a preservação do meio ambiente”, explicou Marcio. As lives da mostra foram transmitidas na página do Facebook do Ponto de Cultura e Mídia Livre Serpentário Produções e gravadas na galeria da Fundação Cultural de Vilhena.

“Agradecemos de coração atodas as pessoas que acompanharam as atividades da mostra, ao Banco da Amazônia pelo patrocínio a Fundação Cultural de Vilhena pelo apoio e todas as pessoas que colaboraram para o sucesso do evento. Já estamos trabalhando para promover outros eventos que levem cultura e alegria para a população neste momento de distanciamento social”, salientou Washington Kuipers.