Prefeitura de Colorado exonera servidor que denunciou fraudes em folha de pagamento

Em julho de 2018, médico veterinário do município denunciou duas servidoras que montaram um esquema que aumentava os próprios salários

5000

A Prefeitura de Colorado do Oeste exonerou, nessa quarta-feira, 5 de fevereiro, o servidor público José Aparecido de Oliveira, que denunciou a manipulação de salários e desvio de dinheiro público na prefeitura municipal.

O médico veterinário José Aparecido era servidor estatutário desde 2015 e lotado na Secretaria de Saúde do município. Em julho de 2018 ele denunciou duas servidoras, também estatutárias, que montaram um esquema que aumentava os próprios salários. O prefeito Ribamar Araújo de Oliveira e o vice João Batista Pereira sempre alegaram que não sabiam do esquema.

Uma sindicância interna aberta para apurar a denúncia confirmou a fraude e as duas servidoras foram exoneradas, em novembro de 2018.

José Aparecido também denunciou indícios de superfaturamento e um possível direcionamento de contrato na compra de materiais destinados à Secretaria Municipal de Planejamento (Semplad) do município. A compra foi feita com dispensa de licitação. A denúncia foi levada ao Ministério Público de Rondônia (MP-RO) que, além dos valores, também investiga um possível direcionamento de contrato.

Publicidade


Em entrevista nesta quarta-feira ao Vilhena Notícias José Aparecido de Oliveira disse que sofre perseguição do prefeito Ribamar Araújo e que irá buscar na esfera judicial reverter a exoneração, assinada hoje pela manhã pelo vice-prefeito João Batista Pereira.

“Desde que me declarei como pré-candidato à Prefeitura de Colorado o então prefeito [Ribamar] abriu uma verdadeira caçada contra mim. Essa exoneração é a prova da perseguição que venho sofrendo, dentro da prefeitura, desde que comecei a denunciar esquemas de corrupção e desvio de dinheiro público”, concluiu José Aparecido.

A reportagem tentou falar com o vice-prefeito, mas as chamadas não foram atendidas.

Exoneração foi assinada nesta quarta-feira, 5.
Comentários