MPF investiga Clube de Tiro após denúncias de moradores em Cerejeiras

Denúncias são de que casas próximas ao clube estariam sendo atingidas por balas. Proprietário do local afirmou que só deve se pronunciar oficialmente após o resultado da fiscalização do Exército

976
tiro;clube de tiro;arma — Foto: Unsplash/Hosein Charbaghi

O Ministério Público Federal (MPF/RO) instaurou um inquérito civil para investigar denúncias de que casas próximas ao Clube de Tiro de Cerejeiras, no interior de Rondônia, estariam sendo atingidas por balas. O clube é localizado na Estrada Aurelino Fernandes da Silva, nos fundos da pista do aeroporto da cidade.

A investigação está sob encargo do procurador da República Caio Hideki Kusaba. No inquérito, Hideki considera informações constantes sobre supostas irregularidades no funcionamento do Clube. Segundo ele, há relatos de moradores da região noticiando desvios de projéteis de arma de fogo disparados daquele local, os quais estariam atingindo suas residências.

Conforme o proprietário do Clube, a denúncia foi feita apenas por um morador, que reside em uma casa cerca de 500 metros do local. Segundo ele, o Clube passa por vistorias, que são realizadas pelo Exército.

G1 entrou em contato com o Clube de Tiro e o proprietário do local afirmou que só deve se pronunciar oficialmente sobre o inquérito, após o resultado da fiscalização do Exército e depois de entrar em contato com o MPF.

FONTE: G1/RO