Empresário dono de mercado forjou assalto, diz polícia de Cerejeiras

Fato aconteceu na madrugada de 9 de agosto de 2019; empresário mentiu

1928
Empresário foi embora da cidade com a família semanas depois de forjar o assalto.

O empresário Edgar Constantino, ex-morador de Cerejeiras, deverá ser denunciado na Justiça por comunicação falsa de crime. Em uma investigação que demorou quase um ano, a Polícia Civil de Rondônia concluiu que ele forjou um roubo de R$ 200 mil no próprio supermercado em Cerejeiras.

Segundo os investigadores, o empresário acionou a Polícia Militar no dia 9 de agosto de 2019 alegando ter sido vítima de um assalto. Na ocasião, teria recebido uma ligação de um funcionário de uma empresa de vigilância privada local, por volta das 4h da manhã, informando sobre o disparo do alarme do mercado.

Após ser informado de que o alarme estava ligado, ele se dirigiu até o comércio, onde, segundo relatado, foi surpreendido por um agente armado e que estava de capacete.

À época, o empresário narrou ainda que teriam sido subtraídos valores e cártulas de cheque, tendo este sido deixado algemado em uma pilastra no interior do comércio, de sorte que encontrado posteriormente por funcionários da empresa.

Publicidade


Após apuração do fato, na visão da Polícia Civil de Cerejeiras, concluiu-se que o suposto crime de roubo, em verdade nunca aconteceu, se tratando de uma comunicação falsa de crime.

Com a conclusão da investigação o inquérito foi remetido ao Poder Judiciário para processamento, sendo encaminhado ao Ministério Público para providências referentes à eventual denúncia pelo crime acima citado.

Empresário sumiu da cidade

Edgar Constantino foi embora da cidade com a família semanas depois de forjar o assalto. Ele era dono do supermercado Paulista no bairro Primavera.

 

Fonte: Com informações da Polícia Civil

Comentários