VÍDEO: A 300 km de Vilhena, bebê é resgatado após ser feito refém por dívida de droga

A menina teria sido pega por duas traficantes do local por conta de uma dívida da mãe

13440

Policiais militares do 18º Batalhão resgataram uma bebê de dois meses que era mantido refém em uma boca de fumo no residencial Vera, em Pontes e Lacerda (300 km de Vilhena), nesta terça-feira (8). A menina teria sido pega por duas traficantes do local por conta de uma dívida da mãe, que é usuária de drogas há mais de dez anos.

Os militares auxiliavam o Conselho Tutelar, que cumpria uma decisão judicial da 2ª Vara de Pontes e Lacerda. O local é conhecido pela Polícia e já teria sido alvo de ações de repressão ao tráfico pelo menos duas vezes.Conforme consta dos autos, a mãe possui cinco filhos, no entanto, com exceção da menina de dois meses, os demais já teriam sido retirados do convívio em decorrência da dependência química e seu comportamento negligente.

O primeiro filho teria morrido com dois anos de idade. O segundo e o terceiro foram entregues de maneira irregular para pessoas que não possuíam vinculo familiar. A quarta está abrigada em um lar para crianças.

Já a recém-nascida, antes de ser levada para o ponto de venda de drogas, estaria sendo cuidado pela mãe de criação da usuária de drogas. Porém, ela afirmou ter problemas cardíacos e não ter condições de cuidar da menina.

Além disso, a usuária de drogas não seria aceita pela família, pois não tem vínculo biológico, e sendo assim, não havia ninguém disposto a cuidar da bebê.

Testemunhas relataram que ela costumava frequentar bocas de fumo com a criança. Em razão disso, o Ministério Público requereu que o poder familiar da ré fosse suspendido liminarmente.

A bebê foi entregue ao Conselho Tutelar e posteriormente encaminhada para o Lar de Apoio à Criança de Pontes e Lacerda.

VEJA O VÍDEO:

FONTE: OLHAR DIRETO