Novo livro da Conab discute índices de perdas no transporte e armazenagem de grãos

152

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) avalia novos índices de perdas utilizados no transporte e armazenagem de grãos. Os parâmetros foram obtidos em estudos elaborados com instituições parceiras. Os resultados desse e de outros trabalhos envolvendo a temática agrícola e de estocagem estão na publicação inédita lançada pela Companhia nesta segunda-feira (22): o livro Perdas em Transporte e Armazenagem de Grãos – panorama atual e perspectivas.

Na obra, são apresentados os percentuais de perdas que ocorrem na estocagem de arroz e trigo e no transporte rodoviário de milho, apuração feita durante as pesquisas coordenadas pela Conab, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e executadas por universidades nacionais e pela Embrapa. “Essas análises abrem as portas para que haja mais estudos, envolvendo outros grãos de relevância nacional, como café, soja e feijão”, explica o superintendente de armazenagem da Conab, Stelito Assis dos Reis Neto. “Com isso poderíamos propor a atualização desses percentuais, que hoje são utilizados em diversas atividades de fiscalização, de remoção de estoques e outras políticas públicas”.

De acordo com o superintendente, a atualização destes valores referenciais é uma demanda há muito tempo reivindicada pelos setores de armazenagem e transporte de grãos no país. O indicador obtido na pesquisa considera as características específicas de cada grão e como se comportam nas diferentes regiões do país, entre outras particularidades. A continuidade nesse campo de pesquisa poderá trazer novos referenciais para as relações comerciais na área, com a abrangência de diversos produtos, e agregar especificidade aos parâmetros.

Além dos coeficientes, a publicação também traz ao leitor os protocolos para a redução de perdas na armazenagem do arroz e trigo, com foco nos procedimentos tecnológicos e operacionais de armazenagem e qualidade para a indústria. O trabalho, também inédito, foi elaborado pela Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (Faem), da Universidade Federal de Pelotas/RS.

O livro resgata ainda as discussões sobre a questão de perdas e desperdícios de alimentos realizadas pela Companhia, a partir da apresentação em dois seminários sobre o assunto, realizados em Brasília, de abrangência internacional, e em Curitiba, de amplitude nacional.

A obra foi lançada em formato digital e está disponível gratuitamente no Portal da Conab.

 

Fonte: Conab