PRF corrige número de mortos e diz que motorista pode ter dormido

Francisco Elcio Lima Lucena, superintendente da Polícia Rodoviária Federal, diz que motorista pode ter dormido após longa jornada.

11088

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Francisco Elcio Lima Lucena, confirmou que oito pessoas morreram no acidente entre uma carreta nove eixos e um ônibus da Itamarati no final da manhã dessa terça-feira (17), no km 799 da BR-163, entre Sorriso e Sinop

Inicialmente, a informação era de 11 óbitos. Conforme Lucena, houve um equívoco no momento de repassar as informações.

Ainda conforme o oficial, o motorista do ônibus teria invadido a pista contrária, batendo na lateral da carreta. Com o impacto, o veículo de carga passou “rasgando” a lateral do ônibus. A suspeita é que o motorista tenha dormido ao volante, após uma jornada exaustiva na estrada.

“O problema foi que o motorista estava com uma jornada de mais de 10 horas dirigindo o ônibus. O veículo saiu à 00h de Cuiabá, teve problemas em Lucas do Rio Verde, e ficou parado por 4 horas. Após todo esse tempo, o motorista se envolveu no acidente. Acreditamos que ele cochilou ao volante”, afirma o superintendente.

O Instituto Médico Legal (IML) divulgou, ainda na terça, a identidade dos mortos no acidente. Tratam-se de Sidinei Oliveira Cardoso, 48 anos, e seu filho Carlos André, de apenas 11 anos, Brenda Nunes Ronsoni, Maria Carneiro, Alfredo Lopes da Silva, Pedro Henrique Rodrigues Leal Pinto, Deborah Costa e Clayton Silva.

O motorista do ônibus teve o braço decepado no acidente. Ele foi socorrido com vida e segue internado em estado grave no Hospital Regional de Sinop. Até o início desta manhã, não houve nova atualização sobre seu atual estado de saúde.

O acidente segue sendo investigado.

Veja quem são as vítimas fatais confirmadas até o momento:

Fonte: REPÓRTER MT