Notícia publicada às 12:38:15 - 12/07/2018 e lida: 3295 vezes   
    
  
  
Polícia Civil encerra investigações e aponta menor de 16 anos como autor de assassinato em Vilhena
Polícia também divulgou elucidação de outros dois crimes

Polícia Civil encerra investigações e aponta menor de 16 anos como autor de assassinato em Vilhena
Polícia Civil encerra investigações e aponta menor de 16 anos como autor de assassinato em Vilhena
Foto: Renato Spagnol

Por
Redação

A 1ª delegacia especializada na repressão de crimes contra a vida, em Vilhena, finalizou as investigações sobre casos de crimes contra a vida ocorridos em Vilhena. A conclusão dos inquéritos fora divulgada durante coletiva de imprensa na quarta-feira (11), com o delegado Núbio Lopes de Oliveira, da Homicídios.

Adolescente de 16 anos mata homem de 33 anos

A investigação sobre o assassinato, a golpes de faca, de David Gonçalves, de 33 anos, apontou que o executor é um adolescente de 16 anos, com quem a vítima tinha uma relação de amizade. A motivação do crime é mantida sob sigilo, por ter um menor envolvido.

De acordo com a delegacia, David foi esfaqueado durante uma confraternização entre amigos na periferia de Vilhena, no dia 16 de junho deste ano. A vítima foi socorrida ao Hospital Regional, mas não resistiu e morreu horas depois. O menor J. V. S. O., acusado do crime, foi internado em um centro socioeducativo a pedido do Ministério Público de Rondônia (MP-RO). Segundo Núbio Lopes, o infrator tem passagens por outros crimes.

Homem incitou menor a esfaquear

O segundo caso aconteceu no ano de 2013. No dia 21 de janeiro daquele ano, Jackson Siqueira Brito sobreviveu depois de ter sido esfaqueado por um adolescente, na avenida Paraná, no bairro Jardim Eldorado.

No curso das investigações a polícia descobriu a participação de Moisés da Silva, com 36 anos, na época do crime. A polícia diz que ele incitou o adolescente a esfaquear Jackson. De acordo com delegado, Moisés, vulgo “Moi”, estava sentando próximo à loja Gazin na companhia de dois menores, e incitava os''moleques'' a 'implicarem' com todos que passavam pela via. Ainda segundo o comissário, Jackon foi uma das pessoas provocadas e não aceitou, entrou em luta corporal e foi atacado. “No ato da briga o Moisés disse para o menor pegar a faca”, declarou Núbio Lopes. Com isso, a Polícia Civil apresentou denúncia contra Moisés ao MP, por tentativa de homicídioO infrator não responderá pelo crime.

Depois de sofrer três atentados homem é morto

A terceira conclusão de inquérito refere-se também a uma tentativa de homicídio ocorrida em 2013, e teve como vítima Welington Schaida de Souza, conhecido como “Gaguinho”. O crime aconteceu horas depois que “Gaguinho” havia sido liberado da delegacia: “a vítima havia cometido um furto, foi apresentada na delegacia e liberada, e logo depois sofreu o atentado”, disse o delegado.

Com ferimentos nas mãos, Welington retornou à delegacia e prestou depoimento dizendo que havia sido esfaqueado no bairro São José. Ele apontou dois rapazes como autores do crime, e indicou que um deles seria o menor conhecido como “Mateuzinho”. O outro suspeito de ter participado do ataque nunca foi descoberto.

    Veja mais

Welington Schaida de Souza, foi morto a tiros no dia 21 de janeiro deste ano, no bairro Cristo Rei, aos 25 anos de idade. A polícia apurou que a morte tem relação com crimes de roubo e drogas.

 

Leia também

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.