Notícia publicada às 08:47:14 - 06/07/2018 e lida: 3507 vezes   
    
  
  
Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta
"A questão aqui são vidas, de repente é um parente seu que pode vir para cá. A situação do Regional está complicada, dos 10 leitos de UTI, na realidade nos temos apenas 6", disse França Silva.

Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta
Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta
Foto: Kanitar Oberst

Por
DICOM/Câmara-Vha

Os vereadores França Silva (PV), Ronildo Macedo (PV), Wilson Tabalipa (PV), Rafael Maziero (PSDB) e Leninha do Povo (PTB) juntamente com o prefeito Eduardo Japonês (PV) realizaram uma blitz em todas as dependências do Hospital Regional de Vilhena na noite desta quinta-feira, 05 de julho. O secretário de saúde, Luiz Carlos Hassegawa liderou a visita mostrando as principais deficiências do hospital.

Entre falta de materiais, de espaço físico o secretário também mostrou as condições precárias de algumas paredes e portas, além da enorme deficiência na questão de iluminação. São várias lâmpadas faltando ou queimadas, ar condicionados e chuveiros quebrados.

“É triste ver como está o Hospital Regional, ele não está uma maravilha como a gestão do senhor Vasques, ex-secretário está tentando mostrar. Ele mentiu muito. Teremos que fazer muita coisa aqui, mas a partir desta sexta-feira, todos as salas que tiverem com ar-condicionado quebrado vamos providenciar um ventilador e os chuveiros serão trocados, mas muito mais será feito nas próximas semanas”, avaliou o prefeito Eduardo.

Outro ponto crítico observado na “blitz” foi falta de planejamento nas instalações, “Temos torneiras de rosca dentro da UTI, um banheiro para deficientes físicos onde não entram cadeiras de rodas e no Raio-x não há um banheiro em anexo. Existe uma necessidade de adequações urgentes”, explicou o secretário Hassegawa.

 

REFORMA DO REGIONAL ?

Os vereadores que participaram da visita questionaram as verbas destinadas à reforma do Hospital Regional, entre eles, Ronildo Macedo que perguntou para onde teria ido os quase R$ 2 milhões específicos para reparar a instituição, “Eu me lembro que no primeiro ano, foram colocados aqui quase dois milhões para reformas, mas estamos vendo o hospital com as paredes com mofo, teto caído e vários outros graves problemas”, disse Ronildo.

O secretário Hassegawa ressaltou que está apenas há três dias no cargo, mas até o fim do mês terá um levantamento completo de todas as verbas destinadas ao Regional e onde elas foram aplicadas e dará ao vereador.

O vereador França Silva ficou indignado com o abandono deixado pela gestão anterior, “A questão aqui são vidas, de repente é um parente seu que pode vir para cá. A situação do Regional está complicada, dos 10 leitos de UTI, na realidade nos temos apenas 6 que realmente funcionam plenamente, e tanta verba foi destinada para saúde, que não sei porque essa UTI não está 100%”, criticou o vereador do PV.

Leninha do Povo disse que foi enganada pela gestão do ex-secretário Vasques, “Sempre falavam e mostravam que estava bem. Não existem coisas que não temos conhecimento técnico como vereadores para saber, é necessário o secretário ou um médico explicar. Agora com essa visita orientada e com as explicações do secretário Hassegawa vemos como realmente está”, disse a vereadora.

Maziero e Tabalipa ressaltaram que continuarão a visitar o Hospital Regional para levantar mais deficiências e realizar indicações parlamentares para solucionar estes problemas, e ainda, buscaram formas de colaborar com o Hospital Regional através da iniciativa privada, que com doações pontuais poderão dar celeridade em pequenos pontos.

 

Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta

Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta

Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta

Vereadores e Japonês fazem “blitz” no Hospital Regional na noite desta quinta

 

FONTE: DICOM

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.