Notícia publicada às 13:00:37 - 28/06/2018 e lida: 2060 vezes   
    
  
  
Ao VILHENA NOTÍCIAS Confúcio Moura comenta visita ao Cone Sul e fala sobre fim de aposentadoria a ex-governadores
Confúcio aprovou Lei que pôs fim ao pagamento de aposentadoria aos futuros ‘ex-governadores’

Ao VILHENA NOTÍCIAS Confúcio Moura comenta visita ao Cone Sul e fala sobre fim de aposentadoria a ex-governadores
Ao VILHENA NOTÍCIAS Confúcio Moura comenta visita ao Cone Sul e fala sobre fim de aposentadoria a ex-governadores
Foto: Mileide Queiroz/Vilhena Notícias

Por
Renato Spagnol

O ex-governador pelo estado de Rondônia Confúcio Moura (MDB) está realizando desde a semana passada, reuniões com lideranças políticas e membros da sociedade civil por cidades do Cone Sul do estado. Em sua chegada à cidade de Vilhena esta manhã de quinta-feira (28), Confúcio, acompanhado do ex-diretor do DER Ezequiel Neiva e Ronaldo Alevato – ex-secretário regional de governo – visitou a redação do site Vilhena Notícias e disse que depois que deixou a cadeira de chefe do Executivo, no último mês de abril, tem se dedicado a visitas pelo interior do estado para fazer uma avaliação de sua gestão.

“As visitas nos mostram que trouxemos vantagens para Vilhena e para todo o Cone Sul”, disse Confúcio, que citou avalições sobre sua gestão como governador realizadas pelo portal G1, um site neutro frisa ele: “a avaliação feita [pelo G1] como cumpridor de metas aponta que nós cumprimos 84% dos nossos compromissos registrados no TRE [Tribunal Regional Eleitoral], mas tenho certeza que fizemos muitas coisas mais que não estavam nem mesmo registradas e isso me coloca como o segundo governador mais bem avaliado da história de Rondônia”.

Confúcio Moura acrescentou ainda que apontadores da transparência, como indicadores de ajuste fiscal e saneamento de contas, colocaram Rondônia na condição de um dos estados mais bem avaliados em termos de gestão, no país.

A comitiva do ex-governador ainda fará visitas hoje às 17h na Associação Comercial Empresarial de Vilhena-ACIV e às 19h se reúne com lideranças. Durante a manhã desta quinta ele esteve na Câmara Municipal e Prefeitura.

 

Pré-candidatura ao Senado

Com sua pré-candidatura ao Senado Federal já confirmada publicamente, Confúcio destacou que tem aproveitado as visitas avaliativas de sua gestão para se reunir com políticos, empresários, comerciantes, pessoas ligadas a assentamentos e produtores rurais para falar sobre sua pretensão de representar o Estado e os rondonienses no Congresso Nacional.

A confirmação dos nomes que disputarão cargos nas eleições gerais do próximo outubro pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) serão definidos na convenção do partido entre os dias 20 e 30 de julho, confirmou ao site Confúcio Moura.

 

Fim da aposentadoria a ex-governadores

Até antes do mandato do ex-governador Confúcio Moura todos os chefes que representaram o Executivo estadual – e viúvas, no caso de morte – obtiveram o direito à pensão especial vitalícia concedida pelo Estado de Rondônia.

Entretanto, a Secretaria Geral de Controle Externo do Tribunal de Contas (TCE/RO) questiona, através de fiscalização de atos e contratos, supostas irregularidades no pagamento de pensões a ex-governadores que ascenderam a cargos públicos, ou seja, Valdir Raupp do MDB e Ivo Cassol do PP, ambos senadores.

Veja mais

Sobre o assunto Confúcio voltou a reafirmar suas declarações de 2011, ainda em seu primeiro mandato como governador, quando disse ser contra o pagamento de aposentadoria aos ex-governadores, mas ressalvou que, em casos como o da viúva do ex-governador Jorge Teixeira e do também ex-governador Jerônimo Santana teria dificuldades para decidir. Cerca de um ano depois foi aprovada a Lei que pôs fim à aposentadoria.

“Eu [Confúcio] havia declarado ser contra essa aposentadoria ainda em 2011 e logo depois, 2012 ou 2013 não me recordo exatamente a data, aprovei a lei que colocou fim a esse pagamento e hoje eu, como ex-governador, e todos àqueles que virão depois de mim não têm mais direito a essa aposentadoria”, destacou.

Sobre os que ainda recebem o benefício, “eles têm direito garantido por lei e agora caberá ao STF [Supremo Tribunal Federal] decidir se no caso deles o Estado deverá ou não continuar pagando” finalizou Confúcio.

 

Leia também

“a avaliação feita [pelo G1] como cumpridor de metas aponta que nós cumprimos 84% dos nossos compromissos registrados no TRE [Tribunal Regional Eleitoral], mas tenho certeza que fizemos muitas coisas mais que não estavam nem mesmo registradas e isso me coloca como o segundo governador mais bem avaliado da história de Rondônia”.

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.