Notícia publicada às 15:28:38 - 21/06/2018 e lida: 1509 vezes   
    
  
  
Delegado desvenda dois casos de homicídios que aconteceram em Vilhena
Crimes aconteceram em 2014 e 2017.

Delegado desvenda dois casos de homicídios que aconteceram em Vilhena
Delegado desvenda dois casos de homicídios que aconteceram em Vilhena
Foto: Mileide Queiroz

Por
Mileide Queiroz

O delegado Núbio Lopes de Oliveira, da Delegacia de Homicídios de Vilhena (DHV), realizou na manhã desta quinta-feira, 21, uma coletiva de imprensa para esclarecer dois casos de homicídios que foram concluídos pela Polícia Civil.

O primeiro caso ocorreu no dia 20 de junho de 2014, por volta de 00h:30min, na rua 1515, no bairro Cristo Rei, em Vilhena. Segundo as investigações, apurou-se que a vítima Francisco Pereira Ramos, vulgo “Chiquinho”, foi morto por golpes de faca, desferidas por Roberto Gabriel de Morais Souza, conhecido como “Betão”, e que também foi assassinado no dia 30 de julho do mesmo ano.

>> Bairro Cristo Rei registra segundo homicídio em menos de 24 horas

O Delegado informou que uma testemunha avistou no dia do crime cerca de três homens desferindo chutes contra a vítima, e que um deles portava uma faca. Com medo, a testemunha retornou para sua casa, mas logo depois, já com a presença da Policia Militar (PM), tomou conhecimento de que “Chiquinho”, que imaginou ter sido apenas agredido fisicamente, havia falecido em razão de ferimentos decorrentes de golpe de faca.

No decorrer das investigações, foi apurado que Roberto, dentre os envolvidos, teria desferido os golpes sozinhos contra a vítima. Os demais, apesar de terem agredido fisicamente a vítima, não tinham a intenção de matá-la, por tanto a responsabilidade criminal é de Roberto. Apurou-se também que o motivo do crime teria sido por causa de dividias de drogas.

O inquérito da morte de Roberto Gabriel de Morais Souza ainda segue em tramitação.

 

 

2° Caso  

O segundo caso trata-se de um homicídio que ocorreu por volta das 05h da manhã, no dia 08 de outubro do ano de 2017, na estrada que dá acesso ao Aeroporto Brigadeiro Camarão, próximo à BR-174, em Vilhena.

Apurou-se nas investigações que Marcelo Paulino da Silva, que estava na garupa da motocicleta de Leonardo Rodrigues Palheta; matou a vítima William Lima de Araújo, vulgo “BOB”, que se encontrava no local, juntamente com outras pessoas; com vários disparos de arma de fogo.

Segundo o delegado Núbio, os três tinham envolvimento com a criminalidade, e o motivo de Leonardo e Marcelo terem matado a William teria sido porque Leonardo teria sido ameaçado por William.

O indiciado Leonardo Rodrigues Palheta está preso, e Marcelo Paulino da Silva está foragido.

Relembre: Jovem é morto com tiros na cabeça na estrada do aeroporto de Vilhena 

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.