Notícia publicada às 17:33:33 - 14/06/2018 e lida: 1206 vezes   
    
  
  
Por crime cometido em 1997 peão de fazenda é condenado pela comarca de Vilhena
Outro acusado de participar do crime foi condenado em 2013.

Por crime cometido em 1997 peão de fazenda é condenado pela comarca de Vilhena
Por crime cometido em 1997 peão de fazenda é condenado pela comarca de Vilhena
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

Julgado pelo tribunal do júri no Fórum Desembargador Leal Fagundes da comarca de Vilhena, esta quinta-feira (14), Daniel Henrique Barbosa, de 55 anos, foi condenado a 7 anos de prisão em regime semiaberto pelo assassinato de Lourenço da Costa. O crime foi praticado em setembro de 1997. 

Leia íntegra da sentença aqui.

Daniel e Antônio Moll (este já condenado a 8 anos e 6 meses de prisão em julho de 2013), trabalharam numa fazenda na região de Chupinguaia e 40 dias antes do crime tiveram um desentendimento com a vítima, que também era funcionária da estância. Na noite do crime, os assassinos entraram no alojamento e mataram Lourenço com dois tiros. O corpo do da vítima foi encontrado na manhã seguinte caído no chão só com roupa íntima.

O processo que levou à condenação dos dois réus neste homicídio não deixou claro quem puxou o gatilho da arma. No depoimento prestado por Antônio lá em 2013, ele disse que Daniel foi quem atirou, já Daniel em seu julgamento narrou que a disparar contra a vítima foi Antônio. Ambos foram condenados por homicídio simples.

Daniel Henrique Barbosa irá recorrer da sentença em liberdade por decisão da juíza Liliane Pegoraro Bilharva da 1ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena.

 

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.