Notícia publicada às 10:14:15 - 07/06/2018 e lida: 5031 vezes   
    
  
  
Caminhoneiro que alegou ter sido sequestrado é preso por suposto envolvimento no roubo de 60 mil litros de óleo diesel
Motorista disse à polícia que havia sido sequestrado, mas um segundo homem preso o acusa de participar do roubo

Caminhoneiro que alegou ter sido sequestrado é preso por suposto envolvimento no roubo de 60 mil litros de óleo diesel
Caminhoneiro que alegou ter sido sequestrado é preso por suposto envolvimento no roubo de 60 mil litros de óleo diesel
Foto: Reprodução

Por
Redação

Abre-se um novo capítulo o caso que envolve o roubo de um caminhão-tanque da empresa M.R. Transportadora com 60 mil litros de óleo diesel ocorrido na quarta-feira (6) entre as cidades de Pimenta Bueno e Vilhena.

O veículo era transportando de Porto Velho para Vilhena pelo motorista Ualansy Coutinho Machado (FOTO), de 34 anos. Depois que o caminhão sumiu do sistema de rastreamento da empresa, logo pelas 7h de quarta-feira, a polícia foi acionada e Ualansy Coutinho foi encontrado no final da tarde de ontem amarrado na mata próximo ao distrito do Guaporé, por policiais militares que atuam na localidade.

>> Motorista sequestrado é encontrado amarrado na mata

No mesmo ponto a PM encontrou um outro homem, Gilvan Sperancete de Araújo, de 24 anos. Em suas primeiras declarações à polícia, Gilvan disse que também tinha sido vítima de sequestro, no entanto, ele mudou sua versão ao prestar depoimento à Polícia Civil de Vilhena, e confessou fazer parte de um grupo que planejou o roubo da carga de combustível. Gilvan ainda acusou o motorista Ualansy Coutinho de ser cumplice no roubo. O motorista nega, mas os dois foram presos.

A reportagem do Vilhena Notícias levantou, com base no depoimento de Gilvan, que outras três pessoas, além do motorista da carga, teriam participado do roubo, entre eles está uma mulher, que seria a responsável por manter contato com Ualansy Coutinho para leva-lo até o ponto onde o caminhão seria entregue ao restante do bando.

Depois da prisão do principal suspeito do crime, Gilvan, a polícia conseguiu informações e localizou o chamado “Cavalinho” do caminhão, que estava escondido numa plantação de milho ao longo da BR-174 a cerca de 50 km de Vilhena, no sentido Juína (MT). Já a carga de combustível continua sumida. As investigações seguem.

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.