Notícia publicada às 13:30:34 - 06/06/2018 e lida: 4077 vezes   
    
  
  
Polícia faz buscas por caminhoneiro de 34 anos desaparecido
Motorista saiu de Porto Velho com destino a Vilhena transportando 60 mil litros de óleo diesel

Polícia faz buscas por caminhoneiro de 34 anos desaparecido
Polícia faz buscas por caminhoneiro de 34 anos desaparecido
Foto: Divulgação

Por
Redação

Forças policiais de Vilhena estão se mobilizando para buscar o paradeiro do caminhoneiro Ualansy Coutinho Machado (FOTO), de 34 anos, considerado desaparecido desde as primeiras horas desta quarta-feira (6). Um grupo de caminhoneiros da região também está se mobilizando para auxiliar nas buscas.

O motorista Ualansy, conhecido como “Nego”, é funcionário da M.R. Transportadora e saiu de Porto Velho com destino a Vilhena dirigindo um caminhão-tanque modelo Mercedes Benz Axor 2644, de cor branca e placas NDS-8334/Vilhena, carregado com 60 mil litros de óleo diesel, por volta das 7h desta quarta-feira o veículo que era rastreado via satélite sumiu do sistema de monitoramento da empresa no trecho da BR-364 que liga Pimenta Bueno a Vilhena. A empresa suspeita que o sumiço tenha ocorrido próximo ao km 70 do perímetro urbano de Vilhena, perto do antigo posto Gaúcho.

As investigações da polícia que envolvem o desaparecimento se concentram num possível sequestro para roubo de carga. A direção da empresa pede ajuda para tentar localizar o motorista. Informações podem ser repassadas através dos telefones (65) 9974-0205 / (69) 3322-4330 – falar com Marcelo.

Segundo informações extraoficiais que circulam num grupo de WhatsApp de caminhoneiros, o chamado “Cavalinho” do veículo teria sido encontrado a cerca de 50 km de Vilhena, na BR-174 sentido Juína, Mato Grosso.

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.