Notícia publicada às 11:04:53 - 27/05/2018 e lida: 3239 vezes   
    
  
  
Após ordem judicial caminhoneiros desbloqueiam rodovias em Rondônia
Os dois pontos de bloqueio, um no km 7 e outro no km 27 em Vilhena começaram a ser desfeitos na sexta, 25.

Após ordem judicial caminhoneiros desbloqueiam rodovias em Rondônia
Após ordem judicial caminhoneiros desbloqueiam rodovias em Rondônia
Foto: Reprodução/ Rede Amazônica

Por
Redação

O último ponto de bloqueio na BR-364 foi desfeito na noite de sábado (26) em Rondônia. Os manifestantes que estavam concentrados na rodovia próximo a Candeias do Jamari retiraram os caminhões da estrada, permanecendo nas margens da BR. A greve dos caminhoneiros teve início no estado na terça-feira (22) em protesto contra o preço do combustível.

Os dois pontos de bloqueio, um no km 7 e outro no km 27 em Vilhena começaram a ser desfeitos na sexta, 25. No entanto a maior parte dos caminhoneiros continuam parados nos pátios dos postos ao longo da BR. Desde a terça-feira eram oito os pontos de bloqueio em Rondônia.

>> Em caravana motoristas promovem “buzinaço” em apoio à greve dos caminhoneiros em Vilhena - VÍDEO

Com a liberação das estradas, devido leitura da ordem da Justiça Federal para desobstrução das rodovias, os caminhões de combustível puderam abastecer os postos em diversas cidades, gerando filas de automóveis ainda na noite do sábado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, PRF, para a retirada das barricadas das rodovias foi realizada a "Operação Rodovia Segura", que tinha como objetivo garantir a ordem; prevenir a interdição das vias; garantir prioritariamente o fluxo de veículos de carga transportando combustíveis pra aeroportos, usinas termelétricas e materiais hospitalares; e acompanhar os oficiais de justiça da Justiça Federal na notificação dos organizadores e participantes dos bloqueios.

Nos cinco dias de bloqueios, foram parcialmente interditadas as BR-364, BR-421, BR-429 e a Estrada do Belmont, em Porto Velho, que liga a capital aos portos fluviais, por onde o combustível entra no estado.

Veja como está neste domingo:

Energia

Cerca de 50 mil residências ficaram sem energia elétrica durante a sexta-feira (25) em sete municípios de Rondônia devido à falta de óleo diesel para abastecer as usinas termelétricas. No sábado, com a liberação da Estrada do Belmont, caminhões de combustível foram escoltados pela BR até essas usinas, para garantir o retorno da geração de energia.

A assessoria da Eletrobras Distribuição Rondônia afirma que as localidades atendidas por usinas termelétricas, os chamados sistemas isolados, precisam receber diariamente caminhões de diesel. Enquanto o fornecimento desse combustível não normalizar, o diesel que já chegou nessas localidades ainda será utilizado de forma racionada.

Portos fluviais

No terminal portuário de Porto Velho muitas cargas estão paradas desde a última quarta-feira (23). Ao todo, são 20 terminais, sendo dois públicos e 18 privados que esperam poder operar na próxima segunda-feira (28) com o fim da greve e desbloqueios da Estrada do Belmont e BR-364 em Candeias do Jamari.

Segundo o administrador do porto municipal de Porto Velho, 85% da carga são de grãos que já deveriam ter saído de Porto Velho. São carregados, em média, 300 caminhões por dia. Além de cargas de grãos e outros produtos, balsas com combustível também estão paradas aguardando para carregar os caminhões com destino aos postos na capital.

 

 

FONTE: Com informações do G1/Rondônia

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.