Notícia publicada às 12:56:08 - 25/05/2018 e lida: 1159 vezes   
    
  
  
Universidade Federal de Rondônia suspende aulas por causa da falta de combustível no estado
Situação será reavaliada na segunda-feira, dia 28.

Universidade Federal de Rondônia suspende aulas por causa da falta de combustível no estado
Universidade Federal de Rondônia suspende aulas por causa da falta de combustível no estado
Foto: Reprodução

Por
Renato Spagnol

Todos os campi da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) estão com as aulas suspensas nesta sexta-feira (25) e no sábado (26). O comunicado oficial foi publicado hoje no portal da universidade, na internet. A decisão foi tomada pela Administração Superior da instituição devido à paralisação dos caminhoneiros que provocou o desabastecimento de combustível no estado. Ainda no comunicado a UNIR diz que na próxima segunda-feira (28) a Administração “reavaliará a situação e tomará novas medidas”.

Desde segunda-feira (21) os bloqueios em rodovias federais de todo o país impedem o tráfego de caminhões carregados e isso tem refletido em diferentes setores da economia, deixando postos sem combustíveis e mercados desabastecidos. Em Vilhena já não há combustíveis nos postos deste a quinta-feira (24).

>> NA RESERVA: Postos de gasolina da cidade de Vilhena começam a ficar sem combustível

De acordo com o último boletim informativo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Rondônia registra oito pontos de bloqueio. Candeias do Jamari na altura do km 693, Ouro Preto do Oeste no km 387, Jaru há bloqueio no km 423, em Vilhena dois pontos estão fechados: km 7, perímetro urbano saída para Cuiabá, e no km 27 no trevo da BR-364 com a BR-435. Há ainda bloqueios em Ji-Paraná no km 336, Pimenta Bueno no km 191 e Cacoal no km 236.

Leia também

Mototaxistas de Vilhena aderem a protesto dos caminhoneiros

Comunicado da Universidade Federal de Rondônia.

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.