Notícia publicada às 11:23:01 - 21/05/2018 e lida: 8712 vezes   
    
  
  
PRF está em alerta para possível bloqueio da BR-364 na região de Vilhena e Pimenta Bueno
Caminhoneiros deram início a bloqueios em protesto contra o aumento do diesel: BR que liga Vilhena a Sapezal está fechada, diz PRF.

PRF está em alerta para possível bloqueio da BR-364 na região de Vilhena e Pimenta Bueno
PRF está em alerta para possível bloqueio da BR-364 na região de Vilhena e Pimenta Bueno
Foto: Internauta

Por
Renato Spagnol

Em protesto aos aumentos no preço do óleo diesel, dezenas de caminhoneiros iniciaram na manhã desta segunda-feira (21), um bloqueio na rodovia federal 364 que liga os municípios de Vilhena (RO) a Sapezal (MT). O policial rodoviário federal Araújo Soares, confirmou à reportagem do Vilhena Notícias que a PRF foi informada nas primeiras horas do dia sobre o protesto e acompanha a movimentação na região. O bloqueio será de 24h segundo os caminhoneiros.

A PRF também disse que há a possibilidade de bloqueios, por parte de caminhoneiros, nas entradas das cidades de Vilhena e Pimenta Bueno: “há a probabilidade de fechar [a BR-364] em Vilhena e Pimenta, são as informações que nós temos”.

Apenas a passagem de veículos de passeios, ambulâncias, ônibus e caminhões com carga viva e perecíveis é permitida pelo bloqueio.

Em outros estados do país várias rodovias federais estão fechadas desde às 07h. No Mato Grosso, a BR-163 também está bloqueada. A área fica próxima ao setor industrial da capital mato-grossense. Os manifestantes têm apoio do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Mato Grosso (Sindmat), e pedem a redução da carga tributária sobre os combustíveis.

No trecho que liga Porto Velho ao estado do Acre, também está acontecendo um bloqueio, km 790, região da comunidade conhecida como Caracol.

Bloqueio na entrada de Sapezal.

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.