Notícia publicada às 12:29:51 - 15/05/2018 e lida: 3859 vezes   
    
  
  
VILHENA: Operação da Lei Seca leva 14 pessoas presas e 15 veículos são apreendidos
A esposa de um dos motoristas, detido por embriaguez, se negou a entregar a chave do veículo e acabou presa.

VILHENA: Operação da Lei Seca leva 14 pessoas presas e 15 veículos são apreendidos
VILHENA: Operação da Lei Seca leva 14 pessoas presas e 15 veículos são apreendidos
Foto: Divulgação/3ºBPM

Por
Redação

Uma operação da Lei Seca feita em Vilhena pela Polícia Militar (PM) com apoio de agentes do Detran, no último final de semana, levou 14 pessoas, entre motoristas e motociclistas, presas por embriaguez na direção. Abordagens foram realizadas na sexta-feira e sábado.

A PM informou ainda que houve durante a operação 21 registros do artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): “dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência”. Esses registros, segundo a legislação, geram ações no âmbito administrativo.

Ainda segundo os responsáveis pela operação, foram 118 veículos abordados e 15 foram recolhidos ao pátio da Ciretran local. Houve ainda 12 carteiras de habilitação (CNH’s) e 10 registros veiculares (CRLV) recolhidos, bem como confeccionados de 57 Autos de Infrações de Trânsito.

Antes do início da operação os militares participaram de uma reunião na Circunscrição Regional de Trânsito de Vilhena, para receberem orientações pertinentes à execução do serviço de fiscalização.

 

Esposa presa por resistência

No segundo dia de operação a esposa de um dos motoristas detidos por embriaguez se negou a entregar a chave do veículo à polícia. Ela acabou presa por resistência. A PM diz que essa situação causou ferimentos ao policial que tentava pegar a chave.

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.