Notícia publicada às 00:16:37 - 11/05/2018 e lida: 4337 vezes   
    
  
  
Suspeito de ter participado de latrocínio é morto a tiros no Embratel
Weverton foi apontado, quando ainda tinha 17 anos, de ter participado do latrocínio que vitimou o jovem Jefte Douglas Gomes da Silva.

Suspeito de ter participado de latrocínio é morto a tiros no Embratel
Suspeito de ter participado de latrocínio é morto a tiros no Embratel
Foto: Claudemir Sabino

Por
Redação

Foi morto vítima de arma de fogo Weverton Henrique Pereira, vulgo “Bolacha”, de 20 anos, na noite desta quinta-feira (10) na rua Joaquim Nabuco, no bairro Embratel, em Vilhena.

Testemunhas relataram à Polícia Militar que a vítima caminhava sozinha pela rua quando dois homens de moto se aproximaram dela e efetuaram os disparos. Weverton que possuía passagens por tráfico de drogas, furtos e outros crimes, foi executado com pelo menos 3 tiros de pistola calibre 380. E próximo ao corpo a perícia encontrou 7 cápsulas caídas no chão.

A Polícia Militar faz diligências para tentar localizar os suspeitos, mas até o fechamento desta matéria ninguém havia sido encontrado. A polícia investiga se o crime pode ter ligação com o comércio de drogas.

 

Sofreu atentado há cerca e dois anos

Em outubro de 2016 Weverton escapou da morte depois de ter sido esfaqueado por três vezes. O crime aconteceu na tarde do dia 22 no setor 19. Na ocasião o rapaz foi socorrido ao hospital.

>> Rapaz de 18 anos é esfaqueado no setor 19 em Vilhena

Weverton Henrique Pereira também foi apontado, quando ainda tinha 17 anos, de ter participado do latrocínio que vitimou o jovem Jefte Douglas Gomes da Silva. Relembre o caso: Polícia Civil conclui inquérito sobre morte do motociclista Jefte Douglas

 

 

 

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.