Notícia publicada às 13:30:30 - 10/05/2018 e lida: 629 vezes   
    
  
  
Professores municipais substitutos voltam a receber horas extras
Iniciativa cancela decreto da gestão passada da Semed que tirava direito dos professores

Professores municipais substitutos voltam a receber horas extras
Professores municipais substitutos voltam a receber horas extras
Foto: Semcom

Por
Redação

O secretário de Educação do município de Vilhena, Clésio Costa, revogou na manhã desta quarta-feira, 09, uma portaria de 2017, que vedava aos gestores pagar horas extras para professores substituírem profissionais de sala de aula que estivessem com até três dias de atestado ou afastamento.

A portaria que estava em vigor, além de impedir esse pagamento, ainda deixava margem para que o diretor, supervisor ou orientador, fosse obrigado a deixar sua função para ir à sala de aula no lugar do professor afastado.

Com a revogação dessa portaria e com a apresentação de atestado médico de até três dias, o diretor tem autonomia para colocar outro professor em seu lugar durante os dias de afastamento, sendo este, devidamente remunerado pelo seu serviço.

"Queremos dar o máximo de condições de trabalho e facilitar o serviço dos profissionais. Aquela portaria que estava em vigor, gerava um grande transtorno, pois sobrecarregava o gestor ao obriga-lo a ir para sala de aula, quando se tem a oportunidade de outro professor fazer hora extra e ainda poder ter um pequeno adicional no salário", disse o secretário Clésio.

 

 

 

FONTE: Semcom

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.