Notícia publicada às 16:43:42 - 30/04/2018 e lida: 3849 vezes   
    
  
  
Em ato oficial prefeito Adilson de Oliveira apresenta 14 nomes de seu secretariado
Resta ainda definir quem serão os secretários de saúde, assistência social e diretor do SAAE.

Em ato oficial prefeito Adilson de Oliveira apresenta 14 nomes de seu secretariado
Em ato oficial prefeito Adilson de Oliveira apresenta 14 nomes de seu secretariado
Foto: Vitória Guareschi

Por
Redação

Em ato solene iniciado às 15h00 desta segunda-feira (30) no auditório da prefeitura de Vilhena, o prefeito interino Adilson de Oliveira (PSDB) divulgou oficialmente alguns nomes dos secretários que farão parte de sua gestão.

Adilson ressaltou que sua escolha se pautou por nomes que já faziam parte do quadro de efeitos da prefeitura e correligionários de seu partido.

Confira:

Controladoria Municipal: Scalércio Pires (Servidor de carreira que já ocupava o cargo).

Secretaria de Administração: Marison Rebouças.

Secretaria de Meio Ambiente: Thales Fortini Bianchin (Servidor de carreira).

Secretaria de Trânsito: Coronel Paulo Sérgio Vieira Gonçalves.

Secretaria de Terras: Giuliano Dourado.

Secretaria de Planejamento: Ricardo Zancan.

Secretaria de Obras: Ronaldo Giotto.

Secretaria de Esporte: Délcio de Oliveira (professor em educação física).

Cultura: Cledemar Jeferson Batista (Servidor de carreira).

Integração Governamental: Junior Pereto.

Secretaria de Comunicação: Juarez Soares.

Secretaria de Agricultura: Junior Pintor (presidente do diretório municipal do PSDB).

Secretaria de Fazenda: Daniel Horta (foi convidado por Adilson, mas ainda não confirmou se aceita).

Secretaria de Educação: Professor Clésio Almeida Costa.

Resta ainda definir quem serão os secretários de saúde, assistência social, Industria e Comércio, Procuradoria e diretor do SAAE. 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.