Notícia publicada às 11:47:05 - 27/04/2018 e lida: 2809 vezes   
    
  
  
Polícia conclui caso de vendedor de redes que filmou seu algoz minutos antes de ser esfaqueado – VÍDEO
Nas imagens é possível identificar Sebastião armado tentando esfaquear o rapaz.

Polícia conclui caso de vendedor de redes que filmou seu algoz minutos antes de ser esfaqueado – VÍDEO
Polícia conclui caso de vendedor de redes que filmou seu algoz minutos antes de ser esfaqueado – VÍDEO
Foto: Reprodução/Polícia Civil

Por
Redação

O delegado Núbio Lopes de Oliveira, titular da Delegacia de homicídios de Vilhena, concluiu na última semana o inquérito que apurou o crime de homicídio tentado contra Eduardo da Conceição Souza, de 25 anos, ocorrido no dia 15 desde mês em uma casa da rua Pernambuco, no bairro Cristo Rei.

A apuração apontou que o vendedor ambulante Sebastião Madeira de Souza, vulgo “Ceará”, de 34 anos, foi o autor das facadas que quase matou Eduardo. A morte só não foi consumada porque uma terceira pessoa que estava no imóvel conseguiu desarmar o agressor e jogar as facas sobre o telhado da casa. De acordo com o delegado, vítima e agressor estavam na cidade trabalhando como vendedores de redes e residiam juntos.

Ainda segundo Núbio Lopes, no dia do crime a vítima e o agressor fizeram juntos uso de álcool e entraram em discussão. Sebastião então se armou com duas facas. No inquérito foi anexado um vídeo, registrado pele próprio Eduardo minutos antes de ser golpeado. Nas imagens é possível identificar Sebastião perseguindo o rapaz para esfaqueá-lo.

A vítima ainda tentou se defender, mas foi golpeada por diversas vezes depois que escorregar e cair. Ceará foi preso ainda no local do crime e não negou a autoria do fato. Já a vítima foi socorrida pelos bombeiros e sobreviveu.

Com a conclusão do inquérito e o indiciamento de Sebastião por tentativa de homicídio simples, pois reagiu às provocações da vítima, a Polícia Civil encaminhará o caso para o Ministério Público de Rondônia, que deve apresentar denúncia criminal contra o acusado.

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.