Notícia publicada às 11:45:06 - 25/04/2018 e lida: 1250 vezes   
    
  
  
Cerca de 100 pessoas bloqueiam a BR-364 em Vista Alegre do Abunã
Principal via de acesso ao Acre está fechada desde a manhã da última terça-feira (23). Manifestantes protestam contra as condições do fornecimento de energia elétrica.

Cerca de 100 pessoas bloqueiam a BR-364 em Vista Alegre do Abunã
Cerca de 100 pessoas bloqueiam a BR-364 em Vista Alegre do Abunã
Foto: Rafael Dias/G1

Por
Redação

Cerca de 100 pessoas que moram na Vila Kuruquetê, em Labréa (AM), bloquearam a BR-364 na divisa no distrito de Vista Alegre do Abunã, distante cerca de 300 quilômetros de Porto Velho. A BR-364 é uma das principais formas de chegar ao estado do Acre.

Os manifestantes protestam contra as condições do fornecimento de energia elétrica na região. O ato teve incío na manhã da última terça-feira (23) e os moradores passaram a noite no local para não liberar a via.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), às 22h os protestantes deixaram alguns veículos passarem, mas às 23h a pista foi bloqueada novamente e até a manhã desta quarta-feira (25), os motoristas continuavam aguardando para passar pelo local.

A PRF informou ainda que os manifestantes exigem a presença de uma representante da Eletrobras Distribuição Rondônia. Uma viatura da PRF irá ao local para tentar a negociação. Apenas ônibus, viaturas da polícia e ambulâncias estão autorizados a passar pelo bloqueio.

Segundos os manifestantes, o abastecimento de energia na comunidade estava sendo negociado com a Eletrobras de Rondônia.

A assessoria da Eletrobras informou que os protestantes são de uma comunidade do interior do Amazonas e que até o presente momento, a empresa não recebeu um comunicado oficial para conversar com eles.

 

 

FONTE: G1/Rondônia

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.