Notícia publicada às 08:00:39 - 26/04/2018 e lida: 1692 vezes   
    
  
  
Como fazer consulta de CPF negativado sem sair de casa e sem pagar nada
Dos três principais órgãos, dois (Boa Vista SCPC e Serasa) já permitem a consulta de CPF de forma gratuita e pela internet.

Como fazer consulta de CPF negativado sem sair de casa e sem pagar nada
Como fazer consulta de CPF negativado sem sair de casa e sem pagar nada
Foto: Ilustrativa

Por
Redação

Muitos brasileiros estão endividados e precisam fazer consulta de CPF para verificar a situação de seus débitos. Em março, o percentual de famílias com dívidas ou contas em atraso no Brasil era de 25,2% -alta de 0,3 ponto percentual ante fevereiro, segundo estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Com tantas pessoas com dificuldade em pagar as contas, as empresas de proteção ao crédito decidiram diminuir a burocracia para consulta de CPF na lista dos negativados (devedores).

Dos três principais órgãos, dois (Boa Vista SCPC e Serasa) já permitem a consulta de CPF de forma gratuita e pela internet. É possível pesquisar a situação do CPF (Cadastro Nacional de Pessoa Física) sem sair de casa e também sem gastar nada. Consultar se o próprio CPF consta da lista dos negativados é importante para quem pensa em pedir crédito ou identificar qualquer outro problema. Caso o consumidor descubra que está com o nome sujo, também receberá a informação sobre nome do credor, valor da dívida e telefone para contato, para facilitar o pagamento.

É preciso consultar todas as entidades para ter certeza

"O consumidor que se sentir inseguro com a possibilidade de estar negativado pode se certificar dessa informação nesses bancos de dados", diz a economista Ione Amorim, do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). Cada um dos órgãos (Boa Vista SCPC, Serasa e  SPC Brasil) tem informações sobre determinadas empresas. Então, é preciso consultar os três, porque seu CPF pode estar negativado em um deles só. Pode estar tudo bem nos outros, mas você não saberá desse problema no outro órgão.

Empresa tem de retirar nome do devedor quando ele pagar

Na inclusão do nome na lista dos inadimplentes, a empresa, necessariamente, precisa alertar o consumidor com dez dias de antecedência para formalizar a negativação, segundo o Idec. Na saída da lista, caso ele efetue o pagamento da dívida, a responsabilidade para retirar o nome é da empresa que acionou algum dos órgãos. "Quando o consumidor efetua o pagamento, a empresa vai ter cinco dias para fazer o processo de retirada. Quem vai fazer a comunicação é a própria empresa, o consumidor não precisa fazer nada", afirma Ione Amorim, do Idec.

"Em caso de parcelamento, após cinco dias do pagamento da primeira parcela, o nome precisa ser retirado", diz ela.

Boa Vista SCPC

O SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), administrado pela Boa Vista, permite a consulta online e gratuita aos consumidores. Quem quiser verificar qual é a situação do CPF na lista da empresa, pode entrar no site da instituição. Basta fazer um cadastro e verificar se está negativado dentro dos dados da Boa Vista SCPC.

Serasa

O Serasa também possibilita a consulta de forma gratuita e pela internet ou aplicativo. Para isso, é necessário também realizar um cadastro com os dados pessoais para, só então, ter acesso às informações. De acordo com a empresa, são realizadas 6 milhões de consultas diárias.

SPC Brasil

O SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), que conta com mais de 180 milhões de CPFs cadastrados, é a única das três grandes empresas do ramo que não disponibiliza nenhum tipo de consulta gratuita. Para que o consumidor verifique se está com o cpf negativado, é necessário consultar o site e pagar R$ 9,90.

 

Leia ainda

'Limpe o nome sem pagar a dívida': veja golpes contra quem tem o nome sujo

 

 

FONTE: Uol Economia

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.