Notícia publicada às 09:28:57 - 25/04/2018 e lida: 3294 vezes   
    
  
  
Adolescente de 15 anos é morta por ex-namorado dentro de escola do CEEJA no interior de Rondônia
Ex não aceitava o fim do relacionamento.

Adolescente de 15 anos é morta por ex-namorado dentro de escola do CEEJA no interior de Rondônia
Adolescente de 15 anos é morta por ex-namorado dentro de escola do CEEJA no interior de Rondônia
Foto: Reprodução

Por
Redação

A adolescente de 15 anos, Leandra Stéfany F.R., foi assassinada por um ex-namorado, dentro do Centro Estadual para Educação de Jovens e Adultos (CEEJA) de Machadinho do Oeste, na noite de terça-feira (24). O autor do crime, Cristiano Fernandes de 24 anos, foi preso por um policial à paisana no portão da escola, quando tentava fugir.

De acordo com a imprensa local, Cristiano invadiu a instituição no horário de entrada dos alunos e após discutir com a adolescente, estudante da escola, ficou transtornado e desferiu sete golpes de canivete contra a moça. Segundo amigos da vítima, Cristiano não aceitava o fim do relacionamento.

Leandra Stéfany ainda chegou a ser levada ao hospital municipal, mas não resistiu e morreu horas depois.

O assassino preso em flagrante foi levado para o presídio local, e deverá responder por feminício.

Feminicídio

O feminicídio é a instância última de controle da mulher pelo homem: o controle da vida e da morte. Ele se expressa como afirmação irrestrita de posse, igualando a mulher a um objeto, quando cometido por parceiro ou ex-parceiro; como subjugação da intimidade e da sexualidade da mulher, por meio da violência sexual associada ao assassinato; como destruição da identidade da mulher, pela mutilação ou desfiguração de seu corpo; como aviltamento da dignidade da mulher, submetendo-a a tortura ou a tratamento cruel ou degradante.”, Comissão Parlamentar Mista de Inquérito sobre Violência contra a Mulher (Relatório Final, CPMI-VCM, 2013)

 

 

FONTE: Com informações do Machadinho Online

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.