Notícia publicada às 08:48:41 - 17/04/2018 e lida: 240 vezes   
    
  
  
Coleta de lixo e descarte impróprio ainda é um grande problema em Colorado do Oeste
Sem um setor definido, com uma organização e escala elaborada, toda população de Colorado, sem distinção de setores, sofre com o acúmulo de lixo nas frentes das residências.

Coleta de lixo e descarte impróprio ainda é um grande problema em Colorado do Oeste
Coleta de lixo e descarte impróprio ainda é um grande problema em Colorado do Oeste
Foto: Conesul Acontece

Por
Redação

O lixo de Colorado do Oeste ainda tem sido um grande desafio para a atual gestão, bem como pelas que já passaram pelo município.

Sem um setor definido, com uma organização e escala elaborada, toda população de Colorado, sem distinção de setores, sofre com o acúmulo de lixo nas frentes das residências. Essa semana, a redação recebeu informações que haviam locais que há mais de uma semana não se fazia a coleta do lixo, proporcionando assim um mal cheiro insuportável, como também a proliferação de animais como ratos, gambás, além de cachorros que rasgam sacolas, piorando ainda mais a situação.

Foram registrados atrasos nos Bairros Cruzeiro, Bela Vista, Jorge Teixeira, São José, São Jorge e o Centro comercial. Conforme apurado, um servidor da prefeitura informou que o caminhão responsável pela coleta havia quebrado, mais nesse fim de semana os trabalhos voltariam ao normal.

Outro fator, até mais preocupante, é a questão do local de descarte, o famoso lixão a céu aberto, que fica localizado na área rural próxima ao perímetro urbano, Linha Zero Um Rumo Colorado.

Apesar de a Política Nacional de Resíduos Sólidos estar em vigor desde o final de 2010, Colorado do Oeste, como também centenas de pequenos municípios, os gestores justificam que não conseguem viabilizar construção e nem manter o funcionamento de um Aterro Sanitário, conforme os padrões ambientais vigentes.

O local onde os resíduos de Colorado do Oeste são depositados, há anos está em desacordo com as normais ambientais exigidas, causando inclusive diversos danos ambientais, como contaminação do solo, lençol freático e em algumas vezes incêndios na vegetação em torno do lixão, causando prejuízos proprietários rurais da região.

A mudança no tratamento que se dá ao lixo é uma urgência para Colorado do Oeste. E a existência por tanto tempo do lixão inapropriado é a prova de que o problema é grave, para agora e futuras gerações coloradenses.

 

 

FONTE: Conesul Acontece

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.