Notícia publicada às 12:55:14 - 31/03/2018 e lida: 804 vezes   
    
  
  
Católicos explicam tradição de não comer carne vermelha na semana Santa
Significado vai além da restrição alimentar.

Católicos explicam tradição de não comer carne vermelha na semana Santa
Católicos explicam tradição de não comer carne vermelha na semana Santa
Foto: Ilustrativa

Por
Redação

Embora seja uma tradição ainda muito seguida pelos católicos, praticantes ou não, deixar de comer carne vermelha na semana santa, para muitos, tem um significado que vai além da restrição alimentar.

Uma simbologia. É assim que Denyer Pardinho, 22 anos definiu ao Vilhena Notícias o hábito de deixar de consumir o alimento neste período ou substituí-lo pelo peixe.

“Eu tenho a tradição de não comer apenas na sexta, porém, acho irrelevante a penitência da carne vermelha. É uma simbologia que alguns levam ao pé da letra e transferem a questão para a carne em si”, disse.

Para Denyer, o período é de reflexão. É um tempo em que a pessoa deve refletir no que está fazendo de errado e se abster daquilo, fazer uma proposta consigo mesmo e com Deus. Ele ainda relata que seria interessante continuar, mesmo após o período.

A jornalista Cadidja Medeiros, 22 anos, disse que segue a tradição desde adolescente pelo exemplo da mãe em casa. Ela explicou que substituir a carne vermelha e de frango pelo peixe, ou não comer, é uma forma de penitência pelos pecados do mundo.

“A semana tem início no domingo de Ramos e vai até o domingo da ressurreição. A sexta-feira é o dia em que se revive a morte de Cristo, por ser o dia da Paixão, muitas pessoas fazem penitências, fazem jejum ou não comem carne. Quando entendi o que significava, comecei a fazer por mim mesma, por meus pecados, por amor a Deus”, explicou.

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.