Notícia publicada às 12:07:49 - 21/03/2018 e lida: 4735 vezes   
    
  
  
Policial civil de Vilhena que lutava contra câncer falece no Paraná
Bruxel atuava como agente na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher

Policial civil de Vilhena que lutava contra câncer falece no Paraná
Policial civil de Vilhena que lutava contra câncer falece no Paraná
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Por
Redação

O policial civil Evandro Vanderlei Bruxel, de 43 anos, faleceu na manhã desta quarta-feira (21) na cidade de Cascavel no estado do Paraná, onde fazia tratamento de câncer.

Bruxel atuava como agente na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Vilhena, e fazia parte do quadro de policiais desde 2005.

A Polícia Civil de Vilhena divulgou nota: “É com profundo pesar que noticiamos o falecimento de Evandro Vanderlei Bruxel, Ele atuava como Agente de Polícia Civil de Vilhena, e nos deixa muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade. Neste momento de dor e consternação, pedimos à D’us que console a família e amigos enlutados.  Evandro Bruxel deixa esposa e filhos, aos quais estendo minhas condolências”.

O Sinsepol (Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia) também divulgou nota.

A diretoria Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia – Sinsepol comunica o falecimento do Policial Civil EVANDRO VANDERLEI BRUXEL, Agente de Polícia, Turma 2005, trabalhava Delegacia Especializada Atendimento à Mulher – DEAM em Vilhena – RO, muito consternados, lamentamos a morte ocorrida em razão de problemas de saúde, encontrava-se em tratamento em Cascavel – Paraná,  nesta quarta-feira, 21 de Março de 2018 ocorrido seu falecimento.

Toda a família Sinsepol, clama a Deus que conforte a família nesse momento de dor. Ao mesmo tempo, pede ao Pai Celestial que receba EVANDRO VANDERLEI BRUXEL em seu reino de glória.

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.