Notícia publicada às 16:14:01 - 20/03/2018 e lida: 1098 vezes   
    
  
  
Homem acusado de matar apenado dentro do presídio Cone Sul é condenado em Vilhena
Apenado foi morto durante o banho de sol.

Homem acusado de matar apenado dentro do presídio Cone Sul é condenado em Vilhena
Homem acusado de matar apenado dentro do presídio Cone Sul é condenado em Vilhena
Foto: Renato Spagnol

Por
Redação

Oito meses depois de matar um companheiro cela, Fernando Rogério de Oliveira, de 22 anos, foi condenado pelo Tribunal do Júri de Vilhena a cumprir 8 anos e 9 meses de prisão em regime fechado. Leia íntegra da sentença aqui.

O crime ocorreu no interior do Centro de Ressocialização Cone Sul durante o banho de sol no dia 10 de julho de 2017. Isaac Saturnino Bento – que cumpria pena acusado de latrocínio (roubo seguido de morte) – foi assassinado aos 30 anos com punhaladas de “chuncho”, arma artesanal feita por presos.

>> Homem acusado de latrocínio é assassinado dentro do presídio Cone Sul

No banco dos réus Fernando confirmou sua primeira versão e assumiu a autoria do crime, mas alegou ter agido em legítima defesa, tese rejeitada pelo júri.

O crime: a confusão, segundo a direção da unidade prisional, teve início durante o banho de sol dos apenados; Isaac teria sido arrastado até um banheiro onde foi morto. “O motivo do crime provavelmente foram desentendimentos entre o réu e a vítima durante o cumprimento da pena. Circunstâncias são extremamente graves pois o crime foi cometido dentro de um presídio de segurança, local onde se encontravam diversos presos durante o banho de sol, que foram colocados em risco com a atitude do réu”, cita trecho da sentença assinada na segunda-feira, 19, pela juíza Liliane Pegoraro Bilharva da 1ª Vara Criminal. Ela também negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Além da condenação pelo assassinato de Isaac, o apenado Fernando Rogério de Oliveira possui cinco condenações anteriores com trânsito em julgado.

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.