Notícia publicada às 12:21:54 - 07/03/2018 e lida: 255 vezes   
    
  
  
Deputados manifestam apoio e comissão vai convocar Governo para buscar acordo com a educação
A categoria deflagrou greve e, entre outras reivindicações, defende que o Executivo implante o Plano, mesmo que de forma gradativa, para que hajam ganhos para a classe, que reúne cerca de 25 mil trabalhadores em todo o Estado.

Deputados manifestam apoio e comissão vai convocar Governo para buscar acordo com a educação
Deputados manifestam apoio e comissão vai convocar Governo para buscar acordo com a educação
Foto: Assembleia Legislativa

Por
Redação

A implantação do Plano Estadual de Educação, encaminhado pelo Governo e aprovado pela Assembleia Legislativa, foi defendida pelos deputados estaduais durante reunião, na tarde desta terça-feira (6), com dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero).

A categoria deflagrou greve e, entre outras reivindicações, defende que o Executivo implante o Plano, mesmo que de forma gradativa, para que hajam ganhos para a classe, que reúne cerca de 25 mil trabalhadores em todo o Estado.

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB), participou da reunião e mostrou a necessidade de avanços nas negociações, com destaque para a celeridade nos processos de aposentadorias dos servidores, alguns esperando há anos.

Para o deputado, somente com a finalização dos cerca de 1.700 processos de aposentadorias que estão pendentes hoje, haveria uma folga considerável na folha de pagamento da educação. Essa celeridade nas aposentadorias é um ponto convergente para Governo e sindicato.

Para buscar o entendimento, os membros da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia, presidida pelo deputado Anderson do Singeperon (PV), vai convocar membros da Mesa de Negociação Permanente (Menp), para uma reunião marcada para as 16h da próxima quinta-feira (8), para discutir uma saída para o impasse.

O líder do Governo, Laerte Gomes (PSDB), disse que, se houve um acordo que culminou com a aprovação do Plano pela Assembleia, cabe agora ao Governo encontrar uma forma de cumprir o acordado. "Aqui falo como parlamentar: se foi negociado e aprovado, tem que ser cumprido", pontuou.

Os deputados Adelino Follador (DEM), Léo Moraes (PTB), Lazinho da Fetagro (PT), Rosângela Donadon (MDB), Ribamar Araújo (PR), Edson Martins (MDB), Alex Redano (PRB), Só Na Bença (MDB) e Hermínio Coelho (PDT) também participaram da reunião.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, apresentou como prioridade a implantação efetiva do Plano e seus respectivos benefícios à categoria. O Sintero defende ainda a celeridade nas aposentadorias e na transposição dos servidores, entre outras reivindicações.

Até agora, as propostas do Governo, que incluem a continuidade dos pagamentos das progressões e pecúnias, garantia do piso nacional do magistério, aceleração dos processos de aposentadorias e levantar o quanto isso impactaria na folha de pagamento e suspensão de contratos emergenciais, não foram acatadas pelos trabalhadores.

 

 

FONTE: Assembleia Legislativa

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.