Notícia publicada às 15:31:58 - 14/02/2018 e lida: 679 vezes   
    
  
  
Valdete Savaris tem aprovado projeto de lei que orienta divulgação de suicídio pela imprensa conforme Ministério da Saúde
Ministério da Saúde diz que é proibido destacar a notícia, usar a palavra “suicídio”, publicar fotografia do falecido, bilhetes ou cartas suicidas, além de especificar o método utilizado e o endereço completo.

Valdete Savaris tem aprovado projeto de lei que orienta divulgação de suicídio pela imprensa conforme Ministério da Saúde
Valdete Savaris tem aprovado projeto de lei que orienta divulgação de suicídio pela imprensa conforme Ministério da Saúde
Foto: Divulgação/Assessoria

Por
DICOM/Câmara-Vha

Foi aprovado na primeira sessão ordinária de 2018, um Projeto de Lei elaborado pela vereadora Professora Valdete (PPS), onde obriga a mídia vilhenense a observar, as recomendações do Ministério da Saúde sobre a veiculação de casos de suicídio.

Segundo o Ministério da Saúde, é proibido destacar a notícia, usar a palavra "suicídio", publicar fotografia do falecido, bilhetes ou cartas suicidas, além de especificar o método utilizado e o endereço completo.

É permitido apresentar dados relevantes e estáticas com base em fatos confiáveis e idôneos, sendo que a mídia deverá atuar em conjunto com as autoridades da saúde na apresentação dos fatos.

"Precisamos ter consciência da dor da família nesse momento, ter cuidado com a forma como se trata esse tipo de notícia. Dar ênfase a esse assunto pode acabar por motivar outras a cometerem o mesmo ato, por isso criei essa Lei, para que a mídia de nossa cidade siga o que já é recomendado pelo Ministério da Saúde", disse a vereadora.

 

 

 

 

FONTE: Câmara Municipal

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.