Notícia publicada às 08:32:14 - 23/01/2018 e lida: 935 vezes   
    
  
  
Direção perigosa: Policiais do Trânsito do 3º BPM conduzem dois agentes em Vilhena
O motociclista transitou em velocidade incompatível com a via, bem como praticou manobras perigosas como derrapagem, frenagem, arrastamento de pneus e avançando as placas de PARE.

Direção perigosa: Policiais do Trânsito do 3º BPM conduzem dois agentes em Vilhena
Direção perigosa: Policiais do Trânsito do 3º BPM conduzem dois agentes em Vilhena
Foto: 3º BPM

Por
Redação

Nas primeiras horas do sábado (20) Policiais Militares do Pelotão de Trânsito (P-TRAN) do 3º BPM, apoiados por mais outras cinco guarnições realizaram acompanhamento e posteriormente condução de dois agentes que praticavam direção perigosa, em Vilhena.

Ocorrência

Durante patrulhamento, a guarnição P-TRAN visualizou uma motocicleta com condutor e passageiro transitando em atitude suspeita na região central da cidade. Em seguida foi dada ordem de parada ao condutor, sobretudo não foi obedecida e iniciada uma fuga.

O motociclista transitou em velocidade incompatível com a via, bem como praticou manobras perigosas como derrapagem, frenagem, arrastamento de pneus e avançando as placas de “PARE”, colocando em perigo os pedestres e demais veículos. Durante a fuga, o passageiro realizava gestos com a mão sobre a cintura, aparentando estar armado.

Os militares solicitaram às demais guarnições apoio para realizar abordagem ao infrator. Num determinado momento do acompanhamento tático do trajeto, o motociclista seguiu na BR-364 no sentido Porto Velho, momento em que foi visualizado pelos integrantes da Guarnição da Força Tática que o passageiro arremessou um objeto, que aparentava ser uma arma de fogo em direção ao matagal localizado às margens da rodovia.

Em seguida o condutor realizou retorno proibido na BR-364 com sentido ao perímetro urbano. Neste instante, já havia um cerco policial com dispositivos sonoros e luminosos ligados e um total de 05 viaturas no encalço dos homens. Foram realizadas manobras defensivas pelas viaturas a fim de evitar uma colisão com a motocicleta, assim como evitar um possível acidente envolvendo terceiros.

No retorno ao perímetro urbano, ao avistar outras viaturas transitando no sentido oposto, o motociclista sofreu uma queda com o passageiro, próximo ao frigorífico. Os militares relataram que o motociclista teve a oportunidade de cessar a conduta delitiva em muitos momentos, no entanto não a fez.

Após rendidos, durante a abordagem o condutor Renato H. C. relatou que não era habilitado, assim como disse que o licenciamento do veículo estava atrasado. O passageiro Wessicley S. F. foi indagado sobre o objeto jogado no matagal e relatou desconhecer tal conduta. Em um dos bolsos da calça de Wessicley foi encontrado um “laser” e uma borracha para fixá-lo em algo.

Os militares realizaram varredura no local onde foi feito o arremesso do objeto, no entanto nada foi encontrado.

Foi realizado o teste do etilômetro no condutor, sobretudo o resultado foi negativo para a ingestão de álcool.

A motocicleta utilizada no delito é de propriedade de Wessicley, o qual entregou a direção do veículo a pessoa não habilitada gerando perigo de dano. O veículo foi entregue na CIRETRAN.

Diante dos indícios, o condutor e o passageiro foram autuados, conduzidos e entregues na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

 

FONTE: Assessoria do 3º BPM

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.