Notícia publicada às 17:33:05 - 18/01/2018 e lida: 7686 vezes   
    
  
  
Rondônia terá dois participantes no BBB 18; conheça o psicólogo e a biomédica selecionados para a casa
Ela mora em Rolim de Moura e ele na capital Porto Velho.

Rondônia terá dois participantes no BBB 18; conheça o psicólogo e a biomédica selecionados para a casa
Rondônia terá dois participantes no BBB 18; conheça o psicólogo e a biomédica selecionados para a casa
Foto: Gshow

Por
Redação

Confirmado! Rondônia terá dois participantes no Big Brother Brasil (BBB) edição 2018. Os participantes, que nesta edição serão 16, segundo informou José Bonifácio Brasil de Oliveira, também conhecido como Boninho, diretor do reality show, começaram a ser anunciados na tarde desta quinta-feira, 18 de janeiro na página oficial do programa no Gshow da Globo.

A primeira anunciada foi Jaqueline, moradora de Rolim de Moura. A loira de 23 anos é recém-formada em Biomedicina.

Morador de Porto Velho, Mahmoud Baydoun, de 27 anos, psicólogo, sexólogo e professor na capital foi o segundo rondoniense a integrar o grupo de selecionados.

Veja entrevista deles ao Gshow

  • Jaqueline

Como uma geminiana “típica”, Jaqueline tem várias facetas. “Depende do lugar, do dia, da hora...Sou uma jovem cheia de sonhos, sou uma mãe babona e dedicada, mas também sou aquela baladeira lacradora que chama atenção de todo mundo”, define-se. A loira de 23 anos, recém-formada em Biomedicina, mora em Rolim de Moura – cidade do interior de Rondônia com cerca de 55 mil habitantes. “Por onde passo, eu causo. E eu vou causar muito lá dentro”, afirma, enquanto faz a mala para realizar um sonho de família.

Participar do BBB é, praticamente, uma herança que Jaqueline recebeu da mãe: “Estou indo viver um sonho que não é só meu”. Durante anos, Dona Geni acalentou o sonho de ficar confinada no reality show, mas nunca chegou a se inscrever. “Eu tinha a idade da Jaque quando o programa estreou”, diz, bastante emocionada, e, em seguida, dá um aviso à herdeira: "Não vá me fazer passar vergonha. Se comporta e arruma seu quarto. Não quero ver suas coisas bagunçadas pela TV". Jaqueline ri.

Baladeira, ela conta que é sempre a pessoa mais animada do rolê e que não precisa de álcool para descer até chão: “Não costumo beber e quando bebo é no máximo dois copos”. Fã de Anitta e de música sertaneja, já fez check-in até em uma festa na casa de Neymar, em Santos. O convite foi feito por um amigo do jogador. “Foi bem divertido. Tinha uma banda e eu pedi para cantar. Perturbei o Neymar até conseguir subir no palco”, lembra.

Dona de um sorriso fácil, a gata tem pavio curto, mas ressalta que só desce do salto quando tem razão:

Foi assim que ela se envolveu em uma polêmica que virou manchete de jornal. Durante o Miss Rondônia Mundo 2016, a jovem coroou a candidata errada na final do concurso. “O papel que me entregaram estava em branco. Na hora do resultado, coloquei a coroa em quem eu achava que tinha vencido”, explica. Solteira há quase um ano, a sister não descarta se envolver com outra pessoa na casa e revela seu tipo de homem ideal: “Adoro os gordinhos”. Ela jura que não vai fazer nada embaixo do edredom devido a uma promessa feita à sua mãe, sua melhor amiga na vida.

Aos 15 anos, começou a disputar concursos de beleza na região e ganhou quase todos. Mas a gata aposentou a coroa por um motivo especial: descobriu que estava grávida aos 19 anos. “Depois que me tornei mãe, participei apenas de um concurso. Com o dinheiro, investi em uma loja de roupas online”, conta a mãe de Isabella, de 4 anos.

Antes de sair de casa, pula no colo do amigo, Ozias, diz para o rapaz cuidar de Dona Geni e de Isabella, sua filha, e faz um único pedido: “Faz uma festa linda para Bella. Se Deus quiser, não vou estar aqui esse ano para comemorar o aniversário dela e por um motivo especial", diz sobre a comemoração de cinco anos da filhota em março. Ao abraçar a menina, a loira pede um beijo e diz: "Mamãe vai para um lugar muitooooo bom. Não fica triste que eu volto já".

Quando Jaqueline passa pela porta, Geni se ajoelha no chão e agradece a Deus: "Ela está realizando um sonho que sempre foi meu. Eu não fui, mas está indo um pedaço de mim”.

  • Mohamed

AAAARMUD. Não é Mohamed, não é Marcondes, não é Mar Morto, não é maribondo. É Mahmoud”. É com esse jeitinho único que o sexólogo, de 27 anos, se apresenta para quem não consegue falar seu nome.

Nascido em Manaus, a história do brother do BBB18 tem um capítulo importante no Líbano. Quando tinha seis anos, seus pais faliram e precisaram deixar o Brasil, voltando ao país de origem. “Fomos eu, minha irmã e meus pais apenas com a roupa do corpo”, relembra.

Mahmoud estudou em escola bilíngue e se destacou entre seus colegas. “Ele foi o primeiro da turma, dava aulas para os outros que ficavam em recuperação”, revelou toda orgulhosa a mãe, Hanady. E o pagamento por essa ajuda era diferente: “Eu trocava aulas por roupas”, revelou.

A fase mais difícil de sua vida foi exatamente no período em que viveu no Líbano. “Eu sofria muito bullying por causa da minha voz fina”. E esse preconceito quase o impediu de ser o orador de sua turma na formatura. “Eu tinha a maior nota da escola, mas a turma não queria que eu fosse o orador. Minha professora me defendeu e consegui ser”, relembra.

Sua grande virada aconteceu quando voltou ao Brasil, aos 19 anos, e foi aprovado para cursar Psicologia em Rondônia. Morando com o pai, dono de uma boate, Mahmoud viu crescer seu interesse pela Sexologia, área em que fez sua especialização. Além de um direcionamento na carreira, Porto Velho também ajudou na autoestima de Mahmoud. “Depois que vim para cá, eu fiquei extrovertido. Aqui é muito mais empoderado. As pessoas me tratam muito bem e se falam mal de mim ‘I don’t care’ (eu não ligo, em tradução livre)”, diz. Pelos próximos dias, seu rosto será exibido em vários momentos na televisão, aparelho que não tem em sua casa. “Ele não deixava ter porque atrapalhava suas leituras, mas agora vou comprar uma para assistir ao programa”, conta a mãe. A única coisa que Hanady tem receio que ele faça na casa é andar só de cueca pelos cômodos. “Eu não gosto de vê-lo assim”, sendo logo interrompida pelo filho. “Mãe, aqui é o Brasil, não é o Irã”.

Bem, ele pode até andar de cueca pela casa, mas outra peça que ele nunca vai dispensar são suas gravatas-borboletas, sua marca registrada. “Virou como meu sinônimo”.

E não esqueça: o BBB18 estreia na próxima segunda-feira, 22/1.

Rondônia terá dois participantes no BBB 18; conheça o psicólogo e a biomédica selecionados para a casa

 

FONTE: Com informações do Gshow

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.