Notícia publicada às 11:35:25 - 24/12/2017 e lida: 3079 vezes   
    
  
  
Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia
Os policiais faziam o transporte da mãe até o hospital, mas a criança acabou nascendo no meio do caminho

Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia
Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia
Foto: Internauta

Por
Renato Spagnol

Policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar foram responsáveis por fazer o parto de uma mulher indígena dentro de um carro da corporação, a caminho do Hospital Regional de Vilhena (HRV), no sábado, 23 de dezembro na BR-435, região de Nova Conquista.

Segundo informações apuradas pelo Vilhena Notícias, os militares foram acionados para uma ocorrência na aldeia Mamaende, onde uma mulher estava em trabalho de parto e precisava ser levada a uma unidade de saúde. Porém, a caminho do hospital, a criança acabou nascendo, próximo à fazenda Martendal.

Depois do nascimento os militares ligaram para a técnico em enfermagem, Joelza Albuquerque, de Nova Conquista, que levou mãe e filha ao HRV na ambulância do distrito. Emocionada, a profissional de saúde disse: “Eles [policiais] são os nossos ‘anjos de azul’, eles são policiais comunitários, preventivos e repreendem quando necessário. A presença deles na nossa comunidade é muito importante”, declarou Joelza.

Mãe e criança foram encaminhados ao HRV e passam bem.

Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia
Sargento Erasmo e soldado Calgaroto auxiliaram no parto.

Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia
Depois do parto mãe e filha seguiram para o hospital de ambulância.

Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia

Mãe indígena entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura de polícia

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.