Notícia publicada às 16:22:20 - 05/12/2017 e lida: 2589 vezes   
    
  
  
No Guaporé, peão mata companheiro durante briga e só fica sabendo no outro dia
Vítima foi atingida por uma facada no abdômen.

No Guaporé, peão mata companheiro durante briga e só fica sabendo no outro dia
No Guaporé, peão mata companheiro durante briga e só fica sabendo no outro dia
Foto: Vilhena Notícias

Por
Redação

Em uma fazenda no Guaporé, distrito de Chupinguaia, um peão matou o companheiro à facada durante uma briga e só foi perceber no outro dia. O fato ocorreu na noite de domingo, 3 de dezembro, quando um grupo de peões bebiam na fazenda e dois homens começaram uma discussão. Em determinado momento, um se apossou de um pedaço de madeira e o outro de uma faca com a qual atingiu o abdômen do companheiro. Após a briga todos foram embora e só souberam da morte do peão no dia seguinte.

De acordo com o apurado, um dia após o acontecimento o proprietário da fazenda foi informado de que dois de seus peões haviam tido um desentendimento e que a briga teria resultado no esfaqueamento de um deles que teria ficado na fazenda, de imediato o proprietário da fazenda acionou a Polícia Militar (PM) de Chupinguaia. Ao chegarem na fazenda encontraram o corpo da vítima Vilmar Herbst, de 39 anos, já em rigidez cadáveres. Diante disto, o outro peão foi preso pelos militares.

O suspeito de 34 anos contou o ocorrido na noite anterior e que não sabia da gravidade do ferimento que havia causado na vítima. A perícia da Polícia Técnico-Científica (Politec) da cidade de Vilhena realizou os trabalhos no local e liberou o cadáver a uma funerária também de Vilhena. Vilmar era conhecido como “Guelo”, natural de Santa Luzia do Oeste. O suspeito foi preso e levado para a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.