Notícia publicada às 08:35:14 - 30/11/2017 e lida: 219 vezes   
    
  
  
Comissão de Agropecuária e Política Rural questiona orçamento destinado para Seagri
Valor estipulado para secretaria é de R$ 186 milhões

Comissão de Agropecuária e Política Rural questiona orçamento destinado para Seagri
Comissão de Agropecuária e Política Rural questiona orçamento destinado para Seagri
Foto: Ilustrativa

Por
Redação

A Comissão de Agropecuária e Política Rural (CAPR) da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Lazinho da Fetagro (PT), debateu na reunião desta quarta-feira (29) o orçamento da Secretaria de Agricultura do Estado de Rondônia (Seagri) estimado em R$ 186 milhões.

Segundo o presidente da comissão, o valor estipulado para os investimentos no setor produtivo de Rondônia não atende as demandas. “Esse orçamento não será votado enquanto não debatermos os valores estipulados. Dos R$ 186 milhões, apenas R$ 4 milhões são para investimentos no setor, dos quais R$ 3,5 milhões serão destinados para a Rondônia Rural Show”, indaga Lazinho.

Segundo o deputado Adelino Follador (DEM)é necessário ter mais respeito com o dinheiro público. “O valor gasto com a Rondônia Rural Show poderia ser utilizado em investimentos em prol dos produtores rurais.Os empresários participam da exposição, vendem seus produtos e não pagam nada, sem contar os gastos que outras secretarias fazem para que o local fique acessível’, argumentou.

Os parlamentares irão debater com o Secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), George Braga para rever o orçamento da agricultura e prever investimentos maiores na área que mais gera divisas ao Estado.

Também participou da reunião da Comissão o deputado Ribamar Araújo (PT).

 

 

FONTE: Assembleia Legislativa

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.