Notícia publicada às 10:15:18 - 29/11/2017 e lida: 2409 vezes   
    
  
  
Assaltante que atirou em empresário vilhenense para roubar é condenado a prisão
Na decisão a magistrada negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Assaltante que atirou em empresário vilhenense para roubar é condenado a prisão
Assaltante que atirou em empresário vilhenense para roubar é condenado a prisão
Foto: Vilhena Notícias

Por
Redação

José Vitor Oliveira da Silva (Foto) foi condenado a 16 anos de prisão em regime fechado por latrocínio tentado contra o empresário Edson Juliano Corbari Nunes, de 38 anos, dono do supermercado Supermais, em Vilhena. A sessão de julgamento foi realizada na terça-feira, 28 de novembro, pela 1ª Vara dos Crimes Dolosos contra a Vida do Fórum Desembargador Leal Fagundes.

Íntegra da Sentença

Crime aconteceu no dia 19 de julho deste ano. O empresário estava saindo de seu comércio quando José Vitor, empunhando um revólver, se aproximou e mandou que a vítima entregasse um malote que tinha em mãos, mas Edson negou-se em entregar a bolsa e tentou correr para dentro do supermercado, ocasião em que o assaltante efetuou dois disparos, atingindo as costas e a perna esquerda do comerciante. Em seguida, o criminoso fugiu com a ajuda de um comparsa.

Na decisão a magistrada negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

A prisão

Através das imagens de câmeras de monitoramento, os investigadores da Polícia Civil de Vilhena conseguiram identificar que José Vitor foi o autor do crime. Ele foi preso no dia 15 de agosto, no bairro Belém em Vilhena, e confessou o delito.

Comparsa

Vitor Eduardo Cirilo Rocha, que auxiliou Vitor na fuga, não apresentou resposta à acusação e não compareceu ao julgamento de terça. Assim, nos termos do artigo 366 do Código de Processo Penal, a juíza Liliane Pegoraro Bilharva declarou suspenso o processo e também o curso prescricional. Cirilo Rocha deve apresentar-se à justiça ou poderá ser preso.

Outra condenação

Ainda na terça-feira, 28, o réu José Vitor foi submetido a um segundo julgamento da esfera criminal, e  nesta, a condenação que saiu da da 2ª Vara, foi de 9 anos e 4 meses de prisão também em regime fechado, pelo roubo a mão armada praticado na empresa Palácio do Pão, localizada na avenida 1705, no bairro Jardim Primavera. O crime aconteceu no dia 11 de agosto de 2017.

Vitor também confessou ser o autor do roubo, já um comparsa, apontado por ele como participante da ação acabou sendo absolvido.

Íntegra da sentença

 

Leia também

Polícia Civil prende homem que atirou no empresário dono do Supermais em Vilhena

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.