Notícia publicada às 09:01:54 - 22/11/2017 e lida: 2670 vezes   
    
  
  
Homem é encontrado morto dentro de residência no bairro BNH, em Vilhena
Suspeitas são de morte natural. Homem de 44 anos fazia tratamento contra alcoolismo.

Homem é encontrado morto dentro de residência no bairro BNH, em Vilhena
Homem é encontrado morto dentro de residência no bairro BNH, em Vilhena
Foto: Vilhena Notícias

Por
Redação

Moacir Franco Gonçalves de Oliveira, de 44 anos, foi encontrado sem vida na tarde de terça-feira, 21 de novembro, em uma residência do bairro BNH, em Vilhena. O homem fazia tratamento contra alcoolismo em uma clínica terapêutica da cidade e estava de visita na casa de familiares. A suspeita é que tenha sido morte natural.

De acordo com as informações, na segunda-feira, 20 de novembro, Moacir foi liberado na clínica para visitar os familiares. Esse procedimento é realizado com os internos após alguns meses de tratamento. Por volta das 13h30 de terça-feira, os familiares decidiram sair, mas Moacir decidiu ir deitar. Ao retornaram por volta das 17h, os familiares foram até o quarto onde Moacir estava dormindo e constataram que ele estava sem sinais vitais.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados, e confirmaram o óbito de Moacir e o local isolado para perícia por parte da Polícia Técnico-Científica (Politec). Após perícia, o corpo do homem foi levado para o Hospital Regional para a apuração da morte.

Um dos familiares que ficou na residência, informou não ter ouvido barulhos no quarto e achou que a vítima estivesse dormindo. A Polícia Militar registrou a ocorrência na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) como morte misteriosa e o fato será apurado pela Politec. Contudo, a perícia acredita em morte natural.

Homem é encontrado morto dentro de residência no bairro BNH, em Vilhena

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.