Notícia publicada às 14:10:16 - 20/11/2017 e lida: 3794 vezes   
    
  
  
Direção da escola municipal Chitosse desconhece informação de alunos que teriam passado mal por conta da merenda
Pai de um aluno afirmou que seu filho e outros 4 alunos da escola ficaram internados na sexta e sábado, 17 e 18 de novembro, no hospital. Direção do Hospital Regional não soube averiguar a informação.

Direção da escola municipal Chitosse desconhece informação de alunos que teriam passado mal por conta da merenda
Direção da escola municipal Chitosse desconhece informação de alunos que teriam passado mal por conta da merenda
Foto: Aline Rayane

Por
Aline Rayane

O pai de uma criança que estuda na escola municipal Chitosse Mochisuki Inaba entrou em contato com o Vilhena Notícias no último fim de semana e informou que seu filho e mais 4 alunos teriam passado mal e ficados internados no hospital com infecção intestinal. A possível suspeita seria de que fosse a água oferecida na escola ou alguma contaminação na merenda.

Na manhã desta segunda-feira, 20 de novembro, a reportagem conversou com a direção da escola, que atende aproximadamente 400 crianças em Vilhena, que disseram que nenhum pai notificou a instituição de ensino sobre o acontecimento, até então desconhecido.

A vice-diretora Ana Milani afirmou que se um possível caso como este tivesse acontecido os pais teriam comunicado a escola, pois costumam ser muito participativos e têm uma relação bem comunicativa com a direção, vão frequentemente à escola e até possuem o telefone particular dos professores.

“Todos os nossos pais, a primeira coisa que fariam é perguntar: “Olha o que foi servido hoje que meu filho não passou bem?”, nós ficamos o dia inteiro na sexta-feira aqui na escola, de manhã estava tudo bem e a tarde também, não vi nenhuma criança vomitando ou passando mal”, relatou Milani.

A orientadora Luzia de Paz também complementou dizendo que se essas crianças passaram mal deveria se fazer uma investigação para saber se realmente foi algo consumido dentro da escola. “A escola teria que saber primeiro, quem são os pais? o que a criança comeu? foi na escola? quem são essas crianças? tudo isso teria que ser levantado”, afirmou.

A diretora Luciene Silva explicou que é comum pais realizarem festas de aniversário na escola e durante a última semana, no período matutino, houve o caso isolado de um aluno que vomitou após comer um pedaço de bolo em uma dessas comemorações, mas a mãe da criança foi contatada. “Isso nós tomamos conhecimento, mas aí sabemos que foi por conta do bolo, nós ligamos para a mãe, ela veio e buscou o filho”, explicou.

Luciana afirmou que a água da escola é tratada com muito cuidado por se tratar de crianças, assim como a merenda escolar, que possuí um controle rigoroso da nutricionista da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Na escola também há casos de crianças com restrições alimentares, Luciene relatou que esses alunos possuem uma merenda diferenciada.

“Nós temos vários intolerantes à lactose que os pais já comunicaram à escola. Temos esse controle que fica na cozinha, as servidoras que preparam o lanche já sabem quem são os alunos. O leite deles é sem lactose, quando não é leite, tem o suco, a bolacha, o macarrão deles, tudo deles é separado”, disse Luciene.

Internação de crianças

O Vilhena Notícias entrou em contato com a diretora técnica do Hospital Regional de Vilhena Graziele Jacob que disse não saber informar se 5 crianças tiveram internadas no fim de semana com infecção intestinal no hospital.

“Não estive no hospital neste fim de semana, mas até o momento não chegou até mim nenhuma informação sobre isso, quando acontece algo assim sempre ficamos sabendo”, afirmou.

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.