Notícia publicada às 16:30:34 - 14/11/2017 e lida: 819 vezes   
    
  
  
Homem que tentou matar esposa dentro de delegacia será julgado pelo crime de feminicídio este mês em Vilhena
Os julgamentos começam no dia 20, na comarca

Homem que tentou matar esposa dentro de delegacia será julgado pelo crime de feminicídio este mês em Vilhena
Homem que tentou matar esposa dentro de delegacia será julgado pelo crime de feminicídio este mês em Vilhena
Foto: Renato Spagnol

Por
TJ-RO

O réu Claudivan Gonçalves da Silva, acusado de tentar matar a própria esposa com uma faca dentro de uma delegacia irá a júri popular na comarca de Vilhena. O crime ocorrido em maio de 2017 foi qualificado como feminicídio e irá a julgamento no dia 24 de novembro, encerrando a pauta de julgamento da 4ª Reunião Periódica do Tribunal do Júri.

Os júris começam na segunda-feira, dia 20 de novembro, e contará com quatro sessões agendadas pela juíza Liliane Pegoraro Bilharva.

O caso em destaque levará ao banco dos réus Claudivan Gonçalves da Silva, acusado de tentar matar a companheira, Lenice Martins.

Inconformado com o fato tê-lo buscado num bar, ele confessou tê-la agredido com uma chave de roda, vindo a atingi-la na região da cabeça, causando-lhe lesões. Em casa, trancou-a no quarto e a ameaçou com uma faca que deixou debaixo do travesseiro.

Simulando estar doente, a vítima conseguiu afastar o denunciado de casa e acionar a polícia que os conduziram até a delegacia junto com a faca. Lá, Claudivan simulou que queria fazer uma ligação, se dirigiu à mesa para pegar o celular, quando então, abruptamente, se apoderou da faca e passou golpear a vítima, vindo a atingi-la no joelho e antebraço esquerdos. A polícia interveio e evitou o pior.

Também será submetido à apreciação do júri o crime conexo, qual seja: as lesões corporais praticadas na forma de violência doméstica, cuja ocorrência foi admitida pelo réu e pela vítima e que foram a razão da condução de ambos até a delegacia, local em que, em tese, a tentativa de homicídio foi praticada.

A sessão de julgamento iniciará, assim como nas demais, às 9h, e contará com a defesa do advogado José Francisco Cândido.

1ª Sessão

Data: 20.11.2017 às 9 horas (Segunda-feira)

Processo: 0001441-75.2017.8.22.0014

: artigo 121, § 2º, inc. I, do Código Penal

Réu: Wesley Vieira Gonçalves

Defesa: Defensoria Pública

N° Pessoas: 04 testemunhas

                   : 01 interrogatório

2ª Sessão

Data: 21.11.2017 às 9 horas (Terça-feira)

Processo : 1001370-73.2017.8.22.0014

Artigo 121, § 2º,incs. I e IV, do Código Penal

Réu: Téo Sanderson Rodrigues da Silva

Defesa: Defensoria Pública

Nº Pessoas   : 01 testemunha

                        : 01 interrogatório

3ª Sessão

Data: 22.11.2017 às 9 horas (Quarta-feira)

Processo: 1001646-07.2017.8.22.0014

Artigo 121, § 2º, inc. IV, do Código Penal

Réu: Vergílio Neto Nominato

Defesa: Defensoria Pública

Nº Pessoas: 04 testemunhas

                        01 interrogatório

4ª Sessão

Data: 24.11.2017 às 9 horas (Sexta-feira)

Processo: 1001391-49.2017.8.22.0014

Artigo 121, § 9º; art. 121, § 2º, inc. II c/c o § 2º-A, incs. I e II, na forma do art. 14, II, todos do Código Penal, na forma do art. 69, do Código Penal, com as implicações da Lei 11.340/06.

Réu: Claudivan Gonçalves da Silva

Defesa: José Francisco Cândido – OAB/RO 234-A

Nº Pessoas: 03 testemunhas

                   : 01 interrogatório

 

 

 

FONTE: TJ-RO

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.