Notícia publicada às 12:15:36 - 14/11/2017 e lida: 7582 vezes   
    
  
  
Projeto prevê grande mudança na avenida Major Amarante para ampliar área de estacionamento
Projeto está sendo analisado com entidades e comerciantes da área central do município.

Projeto prevê grande mudança na avenida Major Amarante para ampliar área de estacionamento
Projeto prevê grande mudança na avenida Major Amarante para ampliar área de estacionamento
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

O Vilhena Notícias apurou que a avenida Major Amarante, um dos cartões postais do município, deverá ter “cara nova” no trecho que compreende a praça Nossa Senhora Aparecida até a praça Nossa Senhora Auxiliadora a partir do próximo ano. Isso porque um novo projeto que visa remover o canteiro central da avenida para ampliar a área de estacionamento de veículos está em fase avançada.

A anterior gestão elaborou um projeto semelhante, mas não o efetivou. “Na época o projeto contou, na sua fase de elaboração, com o apoio de diversas entidades ligadas ao comércio, indústria e aos prestadores de serviços, como Sebrae, Aciv e CDL, e estava tudo certo para que fosse dado início às mudanças, no entanto isso não ocorreu”, disse o vice-prefeito Darci Cerruti (DEM) – em entrevista concedida ao Vilhena Notícias na segunda-feira, 13 de novembro.

Caso seja colocado em prática, a avenida deverá sofrer diversas transformações. Os superpostes, hoje instalados no canteiro central, serão retirados e a iluminação pública será instaladas nas laterais da avenida.

Em relação à trafegabilidade estão sendo analisadas duas propostas. A primeira, que teve mais consenso entre os comerciantes da região, é deixar a avenida em sentido único, como as paralelas Capitão Castro e Marechal Rondon. Nesta proposta o canteiro será removido para dar espaço a uma pista central e o estacionamento para carros e motos ficará nas laterais da via.

A segunda opção colocada na “mesa de negociação”, indica que o canteiro central será convertido em estacionamento transversal apenas para motos, “mas essa seria apenas uma medida paliativa para a falta de vagas”, aponta Darci Cerruti.

O projeto também contemplará a padronização das calçadas, que deverá abranger toda a extensão da Major.

Palmeiras

Outra preocupação é em relação às palmeiras da avenida. Segundo paisagistas e biólogos uma planta adulta pode ser removida e plantada em outra área, desde que de maneira técnica.  Esse processo é definido por eles como transplante. “Trata-se de um processo de remoção da árvore ou palmeira, que em geral já não está em proporções adequadas para se viver ali. Comumente, as remoções são feitas por empresas de paisagismo, mas as prefeituras têm se valido muito do procedimento, uma vez que algumas árvores centenárias precisam ser removidas de ruas e calçadas”, explica o site Plantaornamental.com

Transversais

As ruas e avenidas transversais que cortam a Major Amarante já passam por mudanças em alguns pontos. Alguns comerciantes com aval da prefeitura fizeram o recuo das calçadas, para criar novas vagas de estacionamento transversal.

E sobre uma eventual cobrança de taxa de estacionamento, como chegou a ser cogitada anos atrás, Cerruti foi enfático em descartar essa possibilidade. “Em grandes capitais isso é comum, mas em Vilhena isso não é necessário por agora. Temos que buscar meios para resolver o problema sem onerar o cidadão”, finalizou ele.

Darci Cerruti ressalta que o Executivo está analisando todas as possibilidades e conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Associação Comercial e Empresarial de Vilhena (Aciv), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Câmara Municipal de Vereadores. A íntegra do projeto será apresentada nos próximos meses.

Na entrevista Cerruti foi enfático em descartar a possibilidade de implantação da cobrança de taxa de estacionamento na área central. (Foto: Semcom).

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.