Notícia publicada às 14:34:05 - 08/11/2017 e lida: 1338 vezes   
    
  
  
Vera da Farmácia cria o programa de combate à depressão na infância e adolescência
Índice da doença no município preocupa

Vera da Farmácia cria o programa de combate à depressão na infância e adolescência
Vera da Farmácia cria o programa de combate à depressão na infância e adolescência
Foto: Divulgação/Assessoria

Por
Redação

A vereadora Vera da Farmácia (PMDB) teve aprovado, por unanimidade, o seu projeto de lei nº 5212/2017, que cria o programa de combate à depressão na infância e na adolescência. A parlamentar destaca que o programa irá suprir a falta de orientação dos alunos vilhenenses ao ser aplicado na rede municipal escolar.

“A depressão tem levado muitos jovens ao suicídio, pois acreditam de forma errada que a única solução para resolver seus problemas e traumas é dar fim as suas vidas”, disse Vera, no entanto continua a vereadora, “se nossos jovens estiverem bem orientados e forem acompanhados por profissionais, como prevê o programa, conseguiremos salvar várias vidas e transformar essa fase de dúvidas, que é adolescência, numa fase feliz”, concluiu.

O projeto segue para a prefeita Rosani Donadon (PMDB) sancionar e assim que for publicado no diário oficial entra em funcionamento, e a partir de fevereiro de 2018 já deverá fazer parte das atividades escolares da rede municipal.

Ainda na sessão ordinária desta terça-feira, Vera da Farmácia elogiou a dinamização do Portal da Transparência da prefeitura e a criação do diário oficial eletrônico. “Com essas ferramentas ficou muito mais fácil fiscalizar as realizações da gestão pública, isso mostra transparência de nossa prefeita Rosani Donadon e também o esforçado e pujante trabalho do secretário de comunicação, Esteban Vera.”, ressaltou.

 

 

FONTE: Dicom - Câmara Municipal

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.