Notícia publicada às 22:10:39 - 01/11/2017 e lida: 700 vezes   
    
  
  
Governo e prefeituras não terão feriadão; Assembleia decreta ponto facultativo na sexta
A prefeitura de Vilhena já confirmou que não haverá ponto facultativo.

Governo e prefeituras não terão feriadão; Assembleia decreta ponto facultativo na sexta
Governo e prefeituras não terão feriadão; Assembleia decreta ponto facultativo na sexta
Foto: ilustrativa

Por
Redação

Os órgãos do Governo do Estado vão funcionar normalmente após o feriado de Finados, de quinta-feira, 02 de novembro. A informação foi confirmada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro.

A prefeitura de Porto Velho também anunciou que não haverá ponto facultativo. As medidas devem ser seguidas pelas prefeituras de Ji-Paraná e Cacoal. A prefeitura de Vilhena já confirmou que não haverá ponto facultativo.

O Tribunal de Justiça vai fechar apenas no Feriado. O Ministério Público do Estado segue as mesmas regras, assim como o TRT 14.

Já a Justiça Federal em Rondônia vai fechar ainda em homenagem ao servidor público, segundo portaria do Tribunal Regional Federal.

Assembleia Legislativa

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho assinou Ato que institui ponto facultativo na sexta-feira (3), devido ao feriado do dia 2 de novembro, data em que é celebrado o Dia de Finados.

A solicitação foi feita pelo presidente do Sindicato dos Servidores dos Poderes Legislativo (Sindler), considerando que muitos servidores desta Casa têm parentes sepultados em outras cidades.

Na sua justificativa Rubens Luz diz que alguns servidores não terão tempo hábil para regressar a Porto Velho para um expediente na sexta-feira, enquanto outros poderiam ignorar normas de segurança na estrada para estar na Assembleia Legislativa pela manhã. E cita a recomendação de que o deslocamento para outros municípios aconteça sem pressa e em segurança.

 

 

FONTE: Rul/ALE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.