Notícia publicada às 15:15:01 - 27/10/2017 e lida: 79 vezes   
    
  
  
Detran Rondônia aguarda acordo entre operadoras, Banco Central e Ministério da Fazenda para parcelar débitos no cartão
Pela resolução publicada no Diário Oficial da União na edição de 18 de outubro, cada órgão de trânsito (Detrans, prefeituras, Polícia Rodoviária, DER e DNIT) poderá habilitar empresas financeiras para oferecer a alternativa de pagamento por cartão e quitar dívidas dos proprietários de veículos.

Detran Rondônia aguarda acordo entre operadoras, Banco Central e Ministério da Fazenda para parcelar débitos no cartão
Detran Rondônia aguarda acordo entre operadoras, Banco Central e Ministério da Fazenda para parcelar débitos no cartão
Foto: Esio Mendes

Por
Redação

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) cumprirá a Resolução 697/2017 editada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), concedendo o parcelamento, no cartão de crédito, de multas e obtenção de documentos. No entanto, conforme informou o diretor-adjunto, Antônio Manoel Rebello das Chagas, o órgão se eximirá do recolhimento de juros e outras despesas comuns nessas operações.

“Aguardamos tão somente o estabelecimento oficial das novas regras, que dependem do entendimento entre operadores de cartões, instituições parceiras, Banco Central e Ministério da Fazenda”, disse Antônio Manoel.

Assim, a pessoa que for usar cartão de crédito, possivelmente ainda este ano, para quitar débitos com o licenciamento de veículos, arcará com as despesas administrativas e aquelas decorrentes das operações.

Antônio Manoel exemplificou: “Se a pessoa ter uma multa no valor de R$ 123 e a operação importar em R$ 10, o valor a ser computado será R$ 133; o parcelamento deverá ser feito entre o cliente e a operadora do cartão”.

Segundo ele, quando as regras forem definidas em Brasília, o Detran abrirá licitação ou chamamento público em Rondônia, para dar transparência ao método estabelecido pelo Contran. “Todas as bandeiras poderão competir em pé de igualdade”, assinalou.

Ainda conforme o diretor-adjunto, o Detran de Rondônia vive momento especial entre as demais autarquias estaduais em todo o País, pela situação única de manter uma circunscrição regional (Ciretran) em cada um dos 52 municípios e mais 20 postos avançados, cujo atendimento é semelhante ao dessas instâncias.

Atualmente o estado tem 980 mil veículos rodando, dos quais, 250 mil na capital, Porto Velho. Desse total, 53% são motocicletas. Existem ainda 790 mil pessoas habilitadas a dirigir veículos.

Recentemente, o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Vicenzi, revelou que muitos proprietários faziam este tipo de parcelamento “apenas para regularizar o veículo, obter o licenciamento ou a possibilidade de transferência, e depois não pagavam o restante das parcelas”.

Pela resolução publicada no Diário Oficial da União na edição de 18 de outubro, cada órgão de trânsito (Detrans, prefeituras, Polícia Rodoviária, DER e DNIT) poderá habilitar empresas financeiras para oferecer a alternativa de pagamento por cartão e quitar dívidas dos proprietários de veículos.

 

 

FONTE: Secom - Governo de Rondônia

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.