Notícia publicada às 22:16:47 - 23/10/2017 e lida: 553 vezes   
    
  
  
Vilhenense Esportivo Clube garante vaga para disputar Rondoniense-2018
Cidade de Vilhena terá três times na competição.

Vilhenense Esportivo Clube garante vaga para disputar Rondoniense-2018
Vilhenense Esportivo Clube garante vaga para disputar Rondoniense-2018
Foto: Renato Spagnol

Por
Redação

O Campeonato Rondoniense de Futebol Profissional 2018 será disputado por 8 equipes. A definição foi amplamente discutida na manhã de segunda-feira durante reunião entre o presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, juntamente com os diretores de departamentos sendo respeitada a forma de disputa deste ano por força da legislação desportiva. Das oito equipes que disputaram este ano o Estadual, sete confirmaram participação para 2018 dentro do prazo estabelecido.

Segundo informações do Departamento de Registro, Genus, Barcelona, VEC, Real Ariquemes, Ji-Paraná, Rondoniense e Guajará respeitaram o prazo para confirmação entregando todos os documentos exigidos juntamente com o Termo de Participação. Nesse caso, apenas o Ariquemes não enviou nenhum documento, deixando entender à falta de interesse na competição do ano que vem.

Com a desistência do clube do município de Ariquemes, a vaga será destinada para o Vilhenense Esportivo Clube, tendo sido respeitada a ordem de documentos protocolados na Federação de Futebol do Estado de Rondônia.

Durante a reunião, também foi discutido o interesse de outras equipes em disputar o futebol profissional. A grande procura tem aumentado a proposta de reativação da Segunda Divisão que será a via de acesso para a elite do futebol rondoniense. Outras reuniões serão realizadas para que a questão da “Segundona” seja discutida.

Clubes como Porto Clube, Guaporé, Cacoalense, Avaí e Morumbi demonstraram interesse em disputar a competição de 2018, mas estavam cientes que somente poderiam ser inseridos em caso de desistência de um dos 8 clubes que disputaram o Estadual 2017, em cumprimento ao regulamento da competição em que a FFER resolve adotar, doravante, um número limite de 08 (oito) clubes para participação do campeonato da 1ª Divisão em cumprimento ao REC e a Portaria nº 10/2014.

VEC está confirmado no Rondoniense-2018

Antes do apito final. O jargão futebolístico pode ser perfeitamente empregado ao Vilhena Esporte Clube (VEC) que no último dia confirmou participação no Campeonato Rondoniense de 2018. O presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), Heitor Costa, recebeu o documento de confirmação das mãos do próprio presidente do VEC, José Carlos Dalanhol, mais conhecido como Gaúcho do Milho.

Durante a reunião, o presidente Heitor Costa ressaltou o tratamento e a postura apresentada pelo VEC na competição deste ano, demonstrando respeito, principalmente com toda a equipe técnica da entidade. “Entendemos que a presença do VEC no Estadual é de grande importância pelo histórico do clube em participações tanto na competição quanto em outras como Copa do Brasil”, disse Heitor.

O dirigente do VEC destacou todo o trabalho da FFER e reconhece o empenho da entidade em buscar algo a mais para o futebol rondoniense e citou como exemplo a Série D em que Rondônia ganhou mais uma vaga na competição.  “Aprendemos muito nesses últimos anos e podemos dizer que adquirimos mais experiência. O VEC tem nome e história no futebol e não poderia ficar fora do Estadual do ano que vem”, ressaltou Gaucho do Milho, enfatizando, ainda que o maior sonho e ver o VEC na Série C do Campeonato Brasileiro.

Gaúcho assumiu o Vilhena Esporte Clube no dia 25 de agosto de 2009 e de lá pra cá foram: 4 títulos estaduais, 4 participações em Copas do Brasil e 2 participações na Série D do Campeonato Brasileiro. Com ele na presidência o Lobo teve melhor campanha de um clube rondoniense na Série D (quartas de final/2012).

 

 

FONTE: Futebol do Norte

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.