Notícia publicada às 18:09:51 - 10/10/2017 e lida: 3100 vezes   
    
  
  
Vilhena é “destaque” em reportagem do UOL sobre corrupção; outra cidade de RO aparece na lista
Na lista de grandes escândalos aparece duas cidades de Rondônia, o pequeno município de Mirante da Serra, e a cidade Portal da Amazônia, Vilhena.

Vilhena é “destaque” em reportagem do UOL sobre corrupção; outra cidade de RO aparece na lista
Vilhena é “destaque” em reportagem do UOL sobre corrupção; outra cidade de RO aparece na lista
Foto: Divulgação/Polícia Federal

Por
Redação

O Portal UOL de notícias veiculou nessa semana uma reportagem especial sobre os alarmantes casos de corrupção no Brasil.

Com o título, “Corrupção grande: em três anos, mais de R$ 10 bilhões foram desviados dos cofres municipais em todo o país”, o portal relembrou casos que não tiveram a mesma visibilidade que a Operação Lava Jato, mas cujo impacto é ainda mais devastador, isso porque algumas dessas cidades ostentam os piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil.

Na lista de grandes escândalos aparece duas cidades de Rondônia, o pequeno município de Mirante da Serra, e a cidade Portal da Amazônia, Vilhena.

“Em Mirante da Serra, um município carente do interior de Rondônia, com 11 mil habitantes e IDH de 0,643, a Polícia Federal descobriu em 2015 um desvio de R$ 18 milhões nos recursos de saúde e educação e em programas sociais da cidade.”

Segundo a reportagem o desvio surpreendeu até os policiais federais, já que a arrecadação do município é de R$ 20 milhões.

O caso de Vilhena, o UOL destacou como: “Não se pagava ninguém sem propina”.

“Em Vilhena, município de Rondônia com cerca de 100 mil habitantes, a população convive com a movimentação de agentes da Polícia Federal desde julho de 2015. Em 20 meses, a cidade foi alvo de sete operações da PF, que prendeu um ex-prefeito, seu vice, ex-secretários, além de sete dos dez vereadores e empresários", frisou o UOL.

A reportagem lembra que na primeira fase da operação, a PF prendeu ex-secretários municipais, o chefe de gabinete da prefeitura, entre outros servidores municipais – todos já condenados pela justiça –, e ao se aprofundar no submundo das fraudes, em outubro de 2016 chegou ao ex-prefeito José Luiz Rover (PP), preso durante uma varredura na sede da prefeitura. Em liberdade desde junho de 2017, o prefeito negociou delação premiada e o processo segue em segredo de Justiça.

Em outro trecho, o portal destaca a operação Tropa de Choque da PF, que apurou um esquema de propinas pagas aos membros do Legislativo municipal, que resultou na prisão de 7 dos 10 vereadores da anterior legislatura, incluindo o então presidente da Casa de Leis, Junior Donadon.

LEIA AQUI A REPORTAGEM COMPLETA

 

 

FONTE: Com informações do Uol

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.