Notícia publicada às 16:35:33 - 05/10/2017 e lida: 35 vezes   
    
  
  
Produção de milho da 2ª safra de Rondônia é recorde com 815,9 mil toneladas em 2017
O resultado da 2ª safra de milho rondoniense é um destaque entre as outras regiões produtoras do País

Produção de milho da 2ª safra de Rondônia é recorde com 815,9 mil toneladas em 2017
Produção de milho da 2ª safra de Rondônia é recorde com 815,9 mil toneladas em 2017
Foto: Reprodução

Por
Redação

Já trabalhando no preparo do solo para semear as lavouras de soja da próxima safra, Rondônia contabiliza um recorde de produtividade do milho safrinha (2ª safra 2017), que acabou de ser colhido com um aumento de 62,07%, saindo de uma produção de 503,4 mil toneladas na safra de 2016 para um recorde produtivo de 815,9 mil toneladas nesta safra.

Os dados são do Levantamento da Produção Agrícola (LSPA), até agosto de 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que revela a vocação incontestável e a predominância da região do sul Estado – Vilhena, Corumbiara, Cerejeiras, Cabixi, Chupinguaia, Colorado do Oeste e Pimenteiras do Oeste – como a principal produtora de grãos de Rondônia.

O resultado da 2ª safra de milho rondoniense é um destaque entre as outras regiões produtoras do País, eis que algumas tiverem uma acentuada queda na produção de milho, justificadamente pela falta de regularidade das chuvas. Diferentemente, Rondônia vem mantendo o equilíbrio produtivo e aumentando sua produtividade ano após anos, com um aumento em escala bem inferior de sua área plantada.

A situação é um pouco diferente da última safra (2015-2016), quando Rondônia diminuiu sua plantada de milho de 165,5 para 161,7 mil hectares, e mesmo assim manteve o equilíbrio da produção nos mesmos níveis. Segundo dados do IBGE, Rondônia faturou no primeiro semestre de 2016 US$ 6,4 milhões com a exportação de 39,4 mil toneladas de milho, um desempenho 207% maior do que o resultado apurado no mesmo período de 2015, quando a produção foi de pouco mais de 10,7 milhões de toneladas, e a exportação ficou em US$ 2,1 milhões, segundo indica o relatório da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento.

Como não podia ser diferente, o governador Confúcio Moura mostrou-se satisfeito com a produtividade do milho rondoniense, destacando a possibilidade do estado ter um desempenho ainda melhor, pois além de Vilhena, Corumbiara e Cerejeiras, o resultado desta safra e a própria pauta de exportação de milho de Rondônia deve muito também ao desempenho das lavouras de milho de Chupinguaia, Pimenteiras, Cabixi, Alto Alegre dos Parecis, Alta Floresta, Candeias do Jamari e Porto Velho, entre outros municípios, que devem receber mais incentivos.

 

 

FONTE: Governo de Rondônia

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.