Notícia publicada às 16:23:36 - 04/10/2017 e lida: 831 vezes   
    
  
  
Vereadora Vera da Farmácia consegue aprovar lei que autoriza prefeitura doar aterros de descartes para família de baixa renda
Vera ainda quer implantar um programa de combate à depressão de jovens em Vilhena.

Vereadora Vera da Farmácia consegue aprovar lei que autoriza prefeitura doar aterros de descartes para família de baixa renda
Vereadora Vera da Farmácia consegue aprovar lei que autoriza prefeitura doar aterros de descartes para família de baixa renda
Foto: Dicom

Por
Redação

A vereadora Vera da Farmácia (PMDB) colocou em pauta na sessão ordinária desta terça-feira, 03 de outubro, o projeto de lei Nº 5.111/2017 que autoriza a prefeitura de Vilhena a doar aterros de descarte que não sejam reaproveitados na recomposição da malha viária do município provenientes de obras e serviços.

Segundo a vereadora, o objetivo é colaborar com as famílias de baixa renda e dar destino a todos material de aterro descarte do município.

As doações serão feitas através da prefeitura e das próprias empresas responsáveis pelas obras, mas obedecendo limites e critérios, cabendo até multas quando for detectado algum tipo de fraude.

Vera também teve aprovado a lei que obriga a divulgação do cronograma de obras e serviços, que a secretaria de obras de Vilhena irá realizar nas estradas rurais. A vereadora garante que a divulgação desse cronograma facilitará os vereadores a indicar melhorias na zona rural.

COMBATE À DEPRESSÃO

A vereadora ainda colocou para leitura o projeto nº 5.212/2017 que visa criar um programa de combate à depressão. “Muitos jovens hoje em dia, por causa da depressão, acreditam que o suicídio é a única saída para seus problemas, e nós sabemos que esse não é caminho, por isso, precisamos oferecer ajuda profissional a todos eles”, finalizou Vera da Farmácia.

A vereadora ainda fez a indicação parlamentar para implantar mão única nas avenidas Curitiba no Jardim Primavera e também da avenida José do Patrocínio no Centro, justificando que o fluxo de veículos nessas avenidas aumentou nos últimos anos e as mesmas são estreitas.

O atendimento de consultas e retornos mediante o acolhimento “da demanda espontânea” na policlínica João Luiz, a vereador justificou a indicação alegando que muitos pacientes no estão tendo que esperar 30 dias para um simples retorno ao médico, o que pode ser acelerado se os mesmos forem atendidos na policlínica.

 

 

FONTE: Dicom

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.